O conflito terminado

Porque em verdade vos digo: Até que o céu e a Terra passem, nem um i ou um til jamais passará da lei, até que tudo se cumpra. Mateus 5:18.

Quando Cristo iniciou Sua campanha, Satanás enfrentou-O e disputou toda polegada do terreno, empregando todos os seus poderes para derrotá-Lo. Havia muita coisa envolvida nesse conflito. Fortes interesses estavam em jogo. As questões a serem respondidas eram: “A lei de Deus é imperfeita, e precisa ser emendada ou abolida? ou é imutável? O governo de Deus é estável? ou necessita de modificações?” Essas questões precisavam ser respondidas não somente perante os que residiam na cidade de Deus, mas também perante os habitantes de todo o universo celestial.

Satanás seguiu o Filho de Deus da manjedoura à cruz. As tentações incidiam sobre Ele como uma tempestade. Mas, quanto mais intenso era o conflito, tanto mais Ele ficava familiarizado com as tentações que assediam o homem e mais preparado para socorrer os que são tentados.

A severidade da provação pela qual Cristo passou foi proporcional ao valor do objetivo a ser alcançado ou perdido pelo Seu êxito ou fracasso. Não se achavam envolvidos meramente os interesses de um só mundo. Este mundo era o campo de batalha, mas todos os mundos que Deus criara foram afetados pelo resultado do conflito. … Satanás procurou causar a impressão de que estava promovendo a liberdade do Universo. Mesmo quando Cristo Se achava sobre a cruz, o inimigo estava resolvido a tornar seus argumentos tão diversificados, tão enganosos, tão traiçoeiros, que todos se convencessem de que a lei de Deus era tirânica. Ele mesmo elaborou todo projeto, planejou todo mal, estimulou toda mente para causar aflição a Cristo. Ele mesmo provocou as falsas acusações contra Aquele que só praticara o bem. Ele mesmo inspirou as cruéis ações que aumentaram o sofrimento do Filho de Deus — o Puro, o Santo, o Inocente.

Por esse modo de atuar, Satanás forjou uma corrente com a qual ele mesmo será atado. O universo celestial dará testemunho da justiça de Deus em puni-lo. O próprio Céu viu o que seria o Céu, se ele estivesse ali.

Não apenas na mente de algumas criaturas finitas neste mundo, mas na mente de todos os habitantes do universo celestial, tem sido estabelecida a imutabilidade da lei de Deus. … A uma voz eles exaltavam a Deus como justo, misericordioso, abnegado, íntegro.

Autor: Ellen G. White, Cuidado de Deus, pág. 247.

Sobre Weleson Fernandes

Weleson Fernandes
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

O que Ellen White diz sobre o jogo de Xadrez, Cartas Damas e Dominó

  Há muitas consultas com relação de qual seja a atitude da senhora White diante …

Qual a base Bíblica do Dom Profético de Ellen White?

A Igreja Adventista do Sétimo Dia advoga o dom de profecia como válido nestes últimos …

O GRANDE CONFLITO: A História por traz do livro

História do Livro “O Grande Conflito”A. Introdução — Gen. 3:15; Apoc. 12:9-10a. Quando respondemos à …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: