Dia do Senhor

“Se desviares o pé de profanar o sábado e de cuidar dos teus próprios interesses no Meu santo dia; se chamares ao sábado deleitoso e santo dia do Senhor, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, não pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falando palavras vãs, então, te deleitarás no Senhor.” (Isaías 58:13-14).

Em março de 1998, publicamos na Revista Adventista um artigo intitulado “Um Lugar de paz”. O autor, Jim Lorenz, escreveu que, quando pastoreava a Igreja Adventista de Antelope Hills, na Califórnia, se preocupava muito com o ambiente de formalidade e indiferença reinante entre os membros, durante as reuniões sabáticas. Ele afirmou que uma senhora, ao entrar no templo, ouviu alguém dizer: “Como anda o seu processo de divórcio?” Aquela irmã estava aflita e carente de conforto espiritual. O que, entretanto, ouviu foram palavras vazias.

O Pastor Lorenz mencionou outros problemas em sua igreja. Por exemplo, crítica no recinto do templo, rotina, observações e cobranças por parte de líderes e oficiais de igreja, e assim por diante. Cansado de ver tanta coisa incompatível com o espírito do sábado, ele propôs aos membros da igreja um plano para tornar o sábado um dia de paz e alegria. Foi até preparado um código de ética para motivar um bom relacionamento entre os irmãos. Um dos regulamentos era que toda crítica deveria ser deixada para depois do pôr-do-sol.

O fato é que aquela igreja se tornou um lugar de paz, um abrigo para os adoradores, sábado após sábado.

O texto bíblico de hoje, nas incisivas  palavras do profeta Isaías, diz que o sábado deve ser um “dia deleitoso”, um dia aconchegante. Um dia em que devemos ir à igreja com espírito de perdão e companheirismo. Um dia em que a paz de Cristo deve ser partilhada com nossos irmãos adoradores.

Ao nosso lado, à frente ou atrás, sempre há alguém necessitado de conforto, ânimo e fé. E nós mesmos precisamos da paz que excede todo o entendimento. Nossas atitudes, diante de Deus e na presença de irmãos em Cristo, são fundamentais para que as pessoas sintam a atmosfera do amor e da compreensão nas horas sabáticas.

Só Cristo é Senhor do sábado. Se quisermos fruir as bençãos sabáticas, devemos aceitar o senhorio de Jesus.

Pensamento para Reflexão:

A maneira como você participa das reuniões contribui para que o sábado seja um dia de paz ou de tristeza.

Rubens S. Lessa, A Esperança do Terceiro Milênio, pág. 105.

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

Providência para todos os casos

Como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação? A qual, tendo sido anunciada inicialmente pelo …

Refúgio que nunca falha

Não estejais inquietos por coisa alguma; antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante …

Como livrar-se da culpa

Quem, ó Deus, é semelhante a Ti, que perdoas a iniqüidade e que Te esqueces …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: