Espelho Meu, Espelho Meu

Teor da mensagem: Versa sobre um dos maiores males, o perigo das aparências, a hipocrisia “cristã”.

Ela é jovem, e como toda jovem ama estar diante do espelho. A frente dele vê suas qualidades. Os olhos azuis profundos, os dentes perfeitos, tem um sorriso encantador, o cabelo cor de mel, macio como a mais pura seda. Ela fica ali horas diante do espelho, virando o rosto, balançando os cabelos. Admira sua imagem, vê o corpo de formas suaves, sabe que impressiona. Por isso quando o irmão dela diz : “você é mentirosa”, ela se assusta, pois a mentira não se projeta no espelho, nem combina com o que ela vê.

Toda manhã após o banho , ele vai até o espelho. Faz a barba, coloca “aquele perfume francês”, penteia cuidadosamente os cabelos. Tem uma ruga aqui, outra lá, mas ainda gosta do que vê. É um homem de boa aparência. Por isso quando a sua esposa lhe diz: “ Você só pensa em você, egoísta!” ele se assusta , afinal egoísmo não aparece no espelho.

O QUE O JOVEM VÊ NO ESPELHO É A VERDADE OU PODE SER A APARÊNCIA ?

Bem, se eu me vejo no espelho, é certo que eu existo. Mas como podem existir pessoas tão diferentes dentro de uma única imagem, a que se vê no espelho. E como essas imagens nos espantam quando nos deparamos com algumas que não podemos ver.

Um provérbio chinês diz o seguinte:

“A gente todos os dias arruma os cabelos por que não o coração ?”

Mas é verdade!! é estranho como passamos alguns momentos preocupados em combinar peças de roupas na frente do espelho, cuidando demasiadamente de nossa aparência e não paramos para analisar: Esta blusa vermelha combina com a mentira que falei ? ou esse perfume importado, maravilhoso, representa o gesto de indelicadeza praticado com o mendigo na rua, hoje ? ou com a falta de compromisso para com os meus pais ???

– Espelho … espelho meu….. o homem planeja visitar planetas, nos computadores descobrem-se proezas tecnológicas a cada instante. E você é tão importante, por que não faz parte do desenvolvimento tecnológico, aumentando assim a sua capacidade de projeção?

Quanta infidelidade às aparências.

Como seria bom se um dia o espelho revelasse das aparências a hipocrisia- cristã que pode nos estar tirando do céu.

“Quando se assentar no tribunal e abrirem-se os livros, muitos ficarão surpresos com a avaliação que DEUS faz do caráter. Perceberão que DEUS não vê como vê o homem, que Ele não julga como julgam os seres humanos. Ele lê o coração. Conhecem os motivos que levam à ação, e reconhece e elogia todo o fiel esforço efetuado para Ele. O Senhor usa vários dons em Sua obra. Não pense nenhum obreiro( jovem) que seus dons são superiores ao do outro. Deixai que DEUS seja o juiz. Ele examina e aprova seus obreiros (os jovens), e faz uma avaliação justa de suas qualificações.” Ellen White, Bible Training School, 1909

Observe que quando a inspiração trata de qualificações não trata de coisas que são possíveis de serem vistas, mas de dons, isto é, aquilo que não podemos ver, comprar ou vestir. Qualidade no ser humano, do ponto de vista divino, está além do que os olhos conseguem alcançar. Para DEUS: é bonito o que você é, tem valor o que você é, é precioso o que você é… será salvo o que você é, transformado pelo Seu sangue.

Se é que houve um tempo em que podíamos estar acomodados com o que vemos no espelho, este já a muito passou …

Pois o que vemos pode não ser o que de fato somos ou queremos ser(Is.40:6-8).

Agora sim, vem a pergunta chave, Quem é o espelho ?

Cristo não é o espelho. Talvez você tenha feito da igreja um espelho, nela encontramos os cabelos mais bem penteados, os mais belos vestidos, os perfumes mais raros, as vozes mais qualificadas, os discursos mais eloqüentes e por vezes intelectuais, os gestos mais polidos, os cumprimentos mais gentis, as contribuições mais generosas… mas essa enormidade de bons procedimentos e ações que se refletem, espelham a verdade (Is. 55:2; 59:9)? Quando você leu a palavra igreja você pensou nos membros de sua igreja ou até mesmo em alguém, se isso aconteceu você pensou errado. A igreja a que me refiro sou eu e você, leia o parágrafo de novo e dirija a pergunta a você.

Muitas vezes agimos como se Cristo fosse o espelho pensando que Ele enxerga em nós apenas aquilo que os outros e nós mesmos somos capazes de alcançar. Agimos muitas vezes como se Ele pudesse enganar-se com a apresentação dos nossos mais refinados atrativos (Is. 55:8,9). Ele não se engana nem se confunde com as aparências… “olhai para mim, não para o espelho, e sereis salvos vós, todos os termos da terra; porque Eu Sou DEUS, e não há outro.”

O que temos no coração, que o espelho não vê nem mostra, Cristo enxerga, Cristo vê (Is.43:11;44:6). Ele sente o cheiro do que é verdade em nós, não do perfume que usamos. Ele vê a forma do que há lá dentro, Ele ama ou abomina o que fazemos e o que somos de verdade. Se nós nos contentamos com o que vemos não pensamos como Jesus, a aparência não é o forte de Jesus. Porque Jesus não descarta o que vemos no espelho, afinal de contas Ele também ama a boa aparência, Ele se importa com o nosso asseio pessoal, mas o espelho de Jesus é como um raio X que compara toda aparência com o que há de verdade em cada um.

“Quando o espírito molda e afeiçoa o caráter segundo a semelhança divina, Ele será claramente revelado em toda a palavra que proferimos e em tudo que fizermos, mostrando para o mundo que existe acentuada diferença entre os filhos da luz e das trevas.” Ellen White, carta 84 , 1899

Esta é a diferença que DEUS quer que estabeleçamos. Ele não se preocupa com diferenças sociais, aquisitivas ou padrões humanos para boa aparência. Ele nos convida a sermos a luz; e a luz não vem ao mundo para zombar ou igualar-se às trevas, mas para iluminá-las (Is. 50:10). Quando damos as costas à luz, resta-nos apenas a visão da nossa própria sombra. Ou seja , estamos em plena escuridão (Is.59:10,11,12).

Vejamos o que a pena inspirada nos diz sobre as aparências, ansiedades terrenas e em que deve consistir a alegria do jovem cristão.

1. “Os que nutrem o espírito de inquietação e queixumes recusam-se a reconhecer a guiadora mão divina. A ansiedade desnecessária é tolice….. é aqui que muitos fracassam. Não cultivamos uma disposição bondosa; queremos que tudo nos advenha com facilidade. Mas a questão da maior importância para cada um de nós não deve ser como podemos realizar nossos planos contra os planos dos outros, e, sim, como podemos Ter o poder para viver cada dia para Cristo”. Ellen White, Loma Linda Messages, pág. 602

2. “São os teus olhos a lâmpada do teu corpo; se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; mas, se forem maus, o teu corpo ficará em trevas.” Luc. 11:34 ‘Se os olhos forem bons, se forem dirigidos para os céu, a luz do céu encherá a alma e as coisas terrenas parecerão insignificantes e pouco atraentes. O propósito do coração será alterado, e a admoestação do Senhor será atendida. Guardareis vosso tesouro no céu.’” Idem

3. “Podereis tomar parte nas formas exteriores de adoração; mas o vosso culto será uma abominação para o DEUS do céu. Não podeis servir a DEUS e as riquezas. Ou entregareis o coração e poreis a vontade do lado de DEUS, ou dedicareis vossas energias ao serviço do mundo. DEUS não aceita um serviço de coração dividido.” .” Ellen White, Review and Herald, 24 Janeiro de 1888.

4. “Que é a alegria do cristão? é o resultado da consciência da presença de Cristo.” Ellen White, Review Herald, 4 dezembro de 1894.

O pedido de Jesus revela o que realmente interessa pra Ele, e o que Ele quer em nós; “Filho meu dá-me o teu coração…”

Ele pede o nosso coração porque Ele sabe que lá dentro está o que nós somos. Porque o que existe ‘de você’ não se pode ver num espelho e só pode ser mudado por quem vê. Você precisa mudar mas Jesus sabe que isso não pode acontecer sem Ele. Ele é a razão da nossa felicidade, paz e descanso. (Is. 25:4;26:3;27:5;30:15;40:31)

Se você pedisse emprestado o espelho de Jesus talvez não suportasse sua imagem por um minuto sequer e faria o possível para que ninguém visse o que você viu. É ótimo saber que só Ele vê. E que as reações de Jesus são contrárias às nossas, em vez de decepcionar-se com o que vê, Ele aceita o desafio de transformar o que vê.

Não estamos precisando de um espelho de profundo alcance, porque não temos tempo suficiente para tentar descobrir com os próprios olhos o que há de errado em nós, estamos precisando de Jesus. Porque quando Ele nos coloca diante do Seu espelho Ele pede o coração disposto a mudar tornando o aparente, verdadeiro.

Há os que vêem e não enxergam
Há os que enxergam mas não vêem
Há ainda os que não enxergam e nem vêem
Mas há quem enxergue e veja, Jesus.

Entregue a Ele hoje o que você é, o teu coração, não confie no seu espelho, o de Jesus é infinitamente mais poderoso (Is. 61:10;64:4;60:1).

Josemar Monteiro de Oliveira – Professor de Língua Portuguesa na FIAMG – Faculdades Integradas Adventista de Minas Gerais – Lavras. 

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: