“Longanimidade com Alegria”

Sendo fortalecidos com todo o poder, segundo a força da Sua glória, em toda a perseverança e longanimidade; com alegria. Colossenses 1:11.

“Sendo fortalecidos com todo o poder.” Não se trata da fortaleza, ou poder, para falar palavras precipitadas que magoam e ferem os outros, e que nos prejudicam mais do que a todos os outros, fazendo-nos envergonhados quando depois pensamos no que dissemos.

“Longanimidade com alegria.” Onde quer que estejais podereis ser atormentados e podereis sofrer acusações. Se eu quisesse empreender a tarefa de descobrir a milésima parte do que se tem dito contra mim, não teria tempo para me dedicar a nenhuma outra coisa. Tenho dito: “Deus sabe acerca disso, e deixarei que Ele cuide do caso.”

Não me perturba absolutamente o que os outros dizem a meu respeito. Desejo viver em Cristo. Se perder meu domínio próprio, e tiver uma explosão de ira, com isso darei às pessoas motivos para dizerem que as palavras de meus acusadores têm razão de ser.

Não devemos nunca perder o controle sobre nós mesmos. Tenhamos sempre presente o Modelo perfeito. É pecado falar impacientemente, com irritação, ou sentir ira mesmo que não a expressemos. Devemos andar dignamente, dando uma justa representação de Cristo. O pronunciar uma palavra irada é como um seixo atritando outro: imediatamente promove sentimentos de raiva. Não sejais nunca um ouriço de castanheiro.

Quando outros estão impacientes, irritados e queixosos, por não estar em sujeição o próprio eu, ponde-vos a cantar algum dos hinos de Sião. Quando Cristo labutava junto à banca de carpinteiro, outros às vezes O rodeavam, procurando levá-Lo a impacientar-Se; Ele, porém, começava a cantar alguns dos lindos Salmos, e antes de perceberem eles o que faziam, haviam-se-Lhe unido no canto, influenciados, por assim dizer, pelo poder do Espírito Santo que ali estava.

Deus deseja que sejamos pacientes na tribulação e aflição, contentes de descansar em Seus grandes braços de amor infinito, crendo que em todo o tempo Ele atua por nós. É privilégio nosso, estar alegres no Senhor. Louvemo-Lo mais. Por nossa alegria revelamos que nossa vida se acha escondida com Cristo em Deus; que nEle encontramos a mais bendita companhia, e que por Sua graça temos viva ligação com o Céu.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 251.

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

O que Ellen White diz sobre o jogo de Xadrez, Cartas Damas e Dominó

  Há muitas consultas com relação de qual seja a atitude da senhora White diante …

Qual a base Bíblica do Dom Profético de Ellen White?

A Igreja Adventista do Sétimo Dia advoga o dom de profecia como válido nestes últimos …

O GRANDE CONFLITO: A História por traz do livro

História do Livro “O Grande Conflito”A. Introdução — Gen. 3:15; Apoc. 12:9-10a. Quando respondemos à …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: