“Participantes da natureza divina.” Será possível isso?

Pelas quais Ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que, pela concupiscência, há no mundo. 2 Pedro 1:4.

“Participantes da natureza divina.” Será possível isso? De nós mesmos, nada de bom podemos fazer. Como, então, sermos participantes da natureza divina? — Indo a Cristo tal qual somos, necessitados, desajudados, dependentes. Ele morreu para tornar possível sermos participantes da natureza divina. Tomou sobre Si a humanidade, a fim de que pudesse alcançar os humanos. Com o fio dourado de Seu incomparável amor ligou-nos ao trono de Deus. Havemos de ter poder para vencer, assim como Ele venceu.

A todos Ele faz o convite: “Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para a vossa alma. Porque o Meu jugo é suave, e o Meu fardo é leve.” Mateus 11:28-30.

Temos uma parte a desempenhar nesta obra. Que ninguém pense que os homens e mulheres hão de ser levados para o Céu sem empenhar-se em lutas aqui. Temos uma batalha a combater, uma vitória a alcançar. Diz-nos Deus: “Operai a vossa salvação.” Como? — “Com temor e tremor; porque Deus é O que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a Sua boa vontade.” Filipenses 2:12, 13. Deus opera e opera também o homem. Devemos cooperar com Deus. Assim, unicamente, podemos ser participantes da natureza divina.

Aí é que está a coerência da religião verdadeira. Devemos ser “cooperadores de Deus”, trabalhando em harmonia com Ele. “Vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus.” 1 Coríntios 3:9. Essa figura representa o caráter humano, que deve ser trabalhado ponto por ponto. Cada dia Deus trabalha em Seu edifício, para aperfeiçoar a estrutura, a fim de que se possa tornar um santo templo para Ele. Deve o homem cooperar com Deus, lutando, em suas forças, para se tornar aquilo que Deus pretende que seja, edificando sua vida com atos puros e nobres.

Deus só nos pede que vivamos um dia de cada vez. Não precisais olhar à frente, uma semana ou um mês. Fazei hoje o melhor que puderdes. Hoje falai e procedei de modo que honre a Deus. A promessa é: “A tua força será como os teus dias.” Deuteronômio 33:25.

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág 57.

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

O que Ellen White diz sobre o jogo de Xadrez, Cartas Damas e Dominó

  Há muitas consultas com relação de qual seja a atitude da senhora White diante …

Qual a base Bíblica do Dom Profético de Ellen White?

A Igreja Adventista do Sétimo Dia advoga o dom de profecia como válido nestes últimos …

O GRANDE CONFLITO: A História por traz do livro

História do Livro “O Grande Conflito”A. Introdução — Gen. 3:15; Apoc. 12:9-10a. Quando respondemos à …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: