Brilhar intensamente

Eles serão para Mim particular tesouro, naquele dia que prepararei, diz o Senhor dos Exércitos. Malaquias 3:17.

Os cristãos são as jóias de Cristo, adquiridas com preço inestimável. Devem brilhar intensamente para Ele, incidindo a luz de Seu amor. E devem sempre ter em mente que todo fulgor do caráter cristão provém do Sol da Justiça.

O brilho das jóias de Cristo depende do polimento que elas recebem. Deus não nos obriga a sermos polidos. Temos liberdade para escolher entre ser polidos ou permanecer foscos. Mas todos quantos são proclamados dignos de um lugar no templo do Senhor devem submeter-se ao processo de polimento. Devem consentir que se eliminem as extremidades agudas de seu caráter, para que este seja adequadamente adaptado a representar a perfeição do caráter de Cristo.

O Senhor é desonrado quando Seu povo não vive na luz do Sol da justiça, e não reflete mais luz do que pedras comuns. Ele é desonrado quando seu culto é maculado pela lepra do egoísmo.

O divino Obreiro gasta pouco tempo com material sem valor. Ele trabalha somente as jóias preciosas à semelhança de um palácio. Com o cinzel e o martelo Ele elimina as arestas imperfeitas, preparando-nos para um lugar no templo de Deus. O processo é severo e difícil. Fere o orgulho humano. Cristo aprofunda a experiência que o homem, em sua auto-suficiência, considerava completa, e elimina a exaltação própria do caráter. Ele remove a superfície excedente, e colocando a pedra sobre a roda de polir, pressiona-a com força para que toda irregularidade seja aparada. Então, segurando a jóia contra a luz, o Mestre vê nela um reflexo de Sua própria imagem, e esta é declarada digna de um lugar em Seu templo.

Bendita seja a experiência, conquanto severa, que concede novo valor à pedra, capacitando-a a brilhar com vivo fulgor!

[O Senhor] tem obreiros que chamará da pobreza e obscuridade. Empenhados nos deveres comuns da vida, e revestidos com vestes rudes, são desvalorizados pelos homens. Mas Cristo vê neles infinitas potencialidades, e em Suas mãos se tornarão jóias preciosas, para brilharem intensamente no reino de Deus. “Eles serão para Mim particular tesouro, naquele dia que prepararei, diz o Senhor dos Exércitos; poupá-los-ei como um homem poupa a seu filho que o serve.” Malaquias 3:17.

O perfeito conhecimento que Cristo tem do caráter humano qualifica-O a lidar com a mente. Deus sabe exatamente como tratar cada pessoa. Ele não julga como os homens. Conhece o real valor do material com o qual está trabalhando, preparando homens e mulheres para assumirem posições de confiança.

Referência: Ellen G. White, Cuidado de Deus, pág. 312.

Autor: Weleson Fernandes

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

Refúgio que nunca falha

Não estejais inquietos por coisa alguma; antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante …

Como livrar-se da culpa

Quem, ó Deus, é semelhante a Ti, que perdoas a iniqüidade e que Te esqueces …

O Ùnico Caminho Seguro

Quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: