Alguém em quem se apegar

Quando passares pelas águas, Eu serei contigo; quando, pelos rios, eles não te submergirão. Isa. 43:2.

No verão de 1993, começou o festival anual “O Crucifixo no Rio”, nas Filipinas. Multidões se reuniram em uma pequena cidade ao norte de Manila para os nove dias das festividades. Mas o que começou como um colorido espetáculo religioso terminou em tragédia.

Mais de 300 adoradores lotaram as três balsas de um relicário que deveria descer o rio. A embarcação carregava um altar de três andares e um crucifixo de madeira. Infelizmente, enquanto a embarcação/santuário descia o rio, as pessoas começaram a acompanhá-la a nado, tentando subir a bordo da já lotada embarcação. Os guardas fizeram o possível para colocar aquelas pessoas de volta para a água, mas cada vez mais pessoas subiam na balsa, até que, sobrecarregada, a embarcação começou a afundar. As pessoas entraram em pânico. A correnteza agora estava mais forte, e a balsa emborcou. Mais de 300 pessoas morreram afogadas. Que ilustração vívida do que acontece quando nos agarramos à coisa errada!

O barco religioso daquelas pessoas afundou. No momento da crise, ele não conseguiu sustentá-las. Elas estavam simplesmente se agarrando à coisa errada, em nome da religião. Elas precisavam de algo ou de alguém em quem se apegar, alguém que não as desamparasse.

Será que somos semelhantes a essas pessoas? Quando nos agarramos às nossas opiniões ao invés da Palavra de Deus, mais cedo ou mais tarde afundaremos nas águas lodosas da tentação. Se nos apegarmos à noção de que, de alguma maneira, Deus vai brandir uma vara mágica e salvar-nos em nossa franca desobediência, ficaremos desapontados ao final. Enganamos a nós mesmos ao pensarmos que, não importa como tratamos nosso corpo, Deus vai preservar milagrosamente a nossa saúde. Pensamos que Deus suprirá nossas necessidades, mas esbanjamos o que ganhamos, agarrando-nos a uma bóia emocional que não nos susterá.

Apenas uma coisa poderá nos sustentar, no fim – um relacionamento com Deus. Um relacionamento pessoal e íntimo com o Criador do Universo. Aquele que andou sobre a água e resgatou Pedro das poderosas ondas nos libertará quando as águas da provação parecerem ameaçadoras. Em Suas mãos, estamos seguros. Ele nunca nos desamparará.

Pr. Mark Finley – Sobre a Rocha.

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

Refúgio que nunca falha

Não estejais inquietos por coisa alguma; antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante …

Como livrar-se da culpa

Quem, ó Deus, é semelhante a Ti, que perdoas a iniqüidade e que Te esqueces …

O Ùnico Caminho Seguro

Quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: