Cristo: Nosso Amável Consolador e Restaurador

Uma palestra da Sra. Ellen G. White ministrada no Sanatório St. Helena (hoje Hospital Santa Helena), em 27 de março de 1901.

 

 

Sou grata ao Senhor pelo privilégio de me reunir com meus amigos aqui, mais uma vez, com alguns dos quais eu me encontrei antes, e muitos dos quais eu não conhecia. Temos o prazer de conhecer um ao outro, e quanto mais estamos familiarizados com o Senhor, mais vamos apreciar aqueles por quem Ele deu a Sua vida.

Devemos constantemente valorizar e honrar aquele que tem nos honrado e nos envolvido com seu longo braço humano, enquanto que com Seu braço divino Ele segura no trono do Infinito. Assim, Ele tem ligado o homem finito com o Deus infinito. Este mundo pelo pecado foi separado do céu. Cristo morreu para que o abismo pudesse ser superado. A única maneira em que homens e mulheres poderiam entrar em posse da vida eterna, era Cristo viver e morrer nesta terra.

Eu amo o meu Salvador. Eu dei minha vida ao Seu serviço, e nunca vi o momento em que eu poderia ter vergonha dele. Eu o amo, porque tenho dEle provado, e sei que Ele fará tudo o que Ele prometeu fazer. Ele deu Sua vida por mim, e tenho dado tudo o que tenho a ele. Eu me sinto tão grata por que eu tenho 73 anos de idade, e ainda tenho forças para servir a Deus, falando de Seu amor para aqueles que o conhecem e para aqueles que não o conhecem.

Pouco antes de Cristo deixar aos Seus discípulos, antecipando o julgamento e desapontamento que iriam enfrentar por causa de sua crença de que Ele estava indo para reinar no trono de Davi como rei de Israel, disse-lhes o que estava prestes a sofrer, e pediu-lhes para não ser incomodado. Ele sabia como seria seu desapontamento , como o veriam sofrendo insultos e escárnios, como Ele pisaria no mais baixo caminho da humilhação. Pensou em seus discípulos, não em si mesmo. Seria o julgamento demasiado grande para eles?

Ele procurou confortá-los, falando palavras de esperança e coragem. “Não se turbe o vosso coração”, disse Ele, “credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas, se assim não fosse, eu vos teria dito. Vou preparar um lugar para vocês”. Que conforto devem ser estas palavras para nós. Pense no trabalho que Cristo está fazendo agora no céu – preparar mansões para os Seus filhos. Ele quer nos preparar para viver nestas mansões. Isso nós podemos fazer, cooperando com ele. Se formarmos caráteres à semelhança divina, iremos herdar as mansões que Cristo está preparando.

“E se eu for e vos preparar lugar”, ele continuou, “Eu voltarei e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver, estejais vós também.”

O último capítulo do Apocalipse nos diz algo sobre o lar que Cristo está preparando para seus fiéis. João escreve: “Então, me mostrou o rio da água da vida, brilhante como cristal, que sai do trono de Deus e do Cordeiro. No meio da sua praça, de uma e outra margem do rio, está a árvore da vida, que produz doze frutos, dando o seu fruto de mês em mês, e as folhas da árvore são para a cura dos povos”.

Cristo diz: “Eu sou o pão da vida …. Quem come a Minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna e Eu o ressuscitarei no último dia” [João 6:35, 54]. É nosso privilégio comer o pão da vida. Cristo diz: “A carne para nada aproveita: as palavras que eu vos disse são espírito e são vida” [verso 63]. Quando acreditamos e praticamos as palavras de Cristo, levando-as à experiência cotidiana, nos tornamos participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção que há no mundo pela concupiscência.

Falando sobre a cidade de Deus, João continua: “Nunca mais haverá qualquer maldição. Nela, estará o trono de Deus e do Cordeiro. Os seus servos o servirão”. E depois vêm as palavras que me confortam continuamente: “Eles verão a sua face, e o seu nome estará em suas testas. Não haverá mais noite. Eles não precisarão de luz de candeia, nem da luz do sol, pois o Senhor Deus os iluminará; e eles reinarão para todo o sempre “

 

Na Palavra de Deus estão as promessas mais preciosas, mas devemos cavá-las como o mineiro escava para obter o minério precioso. Precisamos entender e praticar a verdade. Como somos purificados através da verdade, estamos em terreno privilegiado com Deus, porque Cristo tomou os nossos pecados. Quando João viu o Salvador, ele exclamou: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo”. Cristo não tinha pecado e, portanto, Ele foi capaz de suportar os nossos pecados. Ele pôde fazer uma oferta para a raça humana, que a poderia tornar membros da família real, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Jesus Cristo, Ele pôs de lado Sua coroa e manto reais, e desceu do seu alto comando, vestindo Sua divindade com a humanidade.

Quão anciosos devemos estar para não decepcionar o Salvador. Por nossa causa Ele se fez pobre, para que pela sua pobreza pudéssemos ser ricos. É possível que sejamos vencedores. Através do sangue do Cordeiro e pela palavra do nosso testemunho, podemos obter uma vitória gloriosa.

Mas o inimigo vai tentar projetar sua sombra escura entre nossas almas e Deus. Ele apresenta toda persuasão possível para nos levar a sermos falsos com nosso Criador. Ele tenta ganhar o controle do apetite, de modo que homens e mulheres façam do estômago um deus. Ele sabe que, se fizerem isso, seus sentidos se tornarão por demais embotados. Ele lhes oferece estimulantes e narcóticos, esperando que no uso dessas coisas, se esqueçam de Deus. Lembremo-nos que estes são os dispositivos do inimigo para nos levar a esquecer as vantagens que podemos obter por todos os dias comermos o pão da vida.

Fisicamente estamos construídos a partir daquilo que comemos. E assim é com a mente. Se fizermos a Bíblia nosso guia e conselheiro, seremos fortalecidos e edificados. Nossa fé deve fender através da sombra e compreender a glória além. Deus diz: “… se apoderem da minha força e façam paz comigo; sim, que façam paz comigo” (Isaías 27:5).

Esta vida atual é cheia de decepções e julgamento, aflição e sofrimento. Mas vamos sempre lembrar que nosso Salvador é o maior de todos os missionários médicos. Ele simpatiza com os membros da família humana em sua aflição. Ele quer que confiemos nele, acreditando em suas palavras tão plenamente que vamos trazer o céu para a nossa vida aqui embaixo. Nós podemos fazer o céu no coração e lares que passamos ao longo de nossas vidas, escondidos com Cristo em Deus. Assim, podemos trazer alegria e conforto para a vida dos outros. A alegria de Cristo, permanecerá em nós, e nossa alegria será completa.

Eu vejo a glória maravilhosa na perspectiva diante de nós, quando Cristo vier em toda a Sua glória, para ser admirado por todos os que crêem. Eu quero estar entre o número que dará boas-vindas ao Redentor com alegria, entre o número que irá ver Sua face.

Moisés pediu para ver o rosto de Deus, mas o Senhor disse-lhe que não podia ver a Sua face e viver. Disse-lhe que ele iria esconder-lhe na fenda da rocha, e cobri-lo com a mão, e então passar por diante dele, e proclamar o seu nome. E ele passou e proclamou: “O Senhor, o Senhor Deus, misericordioso e clemente, longânimo, e abundante em bondade e verdade”. Este é o caráter de Deus. E aqueles que que querem ver o seu rosto devem ser como Ele em caráter.

Cristo continua: “E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também. E vós sabeis o caminho para onde eu vou.” Tomé, sempre inclinado para a descrença, embora amando seu Salvador, disse com dúvidas: “Senhor, não sabemos para onde vais, como podemos saber o caminho?”

Há alguém aqui que, como Tomé, não sabe o caminho? Ouça as palavras do Salvador. “Eu sou o caminho, a verdade, e a vida: ninguém vem ao Pai, senão por mim. Se vós me tivésseis conhecido, conheceríeis também a meu Pai. Desde agora o conheceis e o tendes visto. Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta. Disse-lhe Jesus: Filipe, há tanto tempo estou convosco, e não me tens conhecido? Quem me vê a mim vê o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai? Não crês que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo por mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, faz as suas obras. Crede-me que estou no Pai, e o Pai, em mim; crede ao menos por causa das mesmas obras. Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai”. Assim, nos tornamos cooperadores de Deus. “E obras maiores do que estas fará, porque eu vou para meu Pai”.

O que está Cristo fazendo no céu? Ele está intercedendo por nós. Por seu trabalho, o limite do céu resplandece com a glória de Deus, que vai brilhar em cima de cada alma que vai abrir as janelas da alma para o céu. Como as orações dos mais sinceros e contritos ascendem aos céus, Cristo diz ao Pai: “Eu vou tirar os seus pecados. Deixe-os diante de você inocentes”. Como Ele tomou os seus pecados, Ele preenche os seus corações com a luz gloriosa da verdade e do amor.

Cristo nos ama com um amor que nenhuma língua pode expressar, nenhuma balança medir. Seu amor é sem comparação. Ele deseja que amemos os seres humanos que perecem como Ele nos amou. Quer que sejamos missionários para ele. Devemos fazer tudo ao nosso alcance para aliviar o sofrimento e miséria. Se podemos dar mais do que uma palavra de ânimo, vamos fazer isso. Cristo vai cooperar conosco. Ele diz, “tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho …. Se me amais, guardarei os meus mandamentos. E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco”

Esse Consolador está conosco hoje. Cartas vêm a mim em que os escritores me pedem para orar por eles. Mas Cristo está orando por eles. Tudo que eles precisam é levar sua alma aflita para Jesus. Ele diz: “Eu sou a tua mão direita para ajudar-te.” Isto é o que eu tento escrever para eles. Digo-lhes para não ir a qualquer ser humano para a ajuda que só Cristo pode dar. Ele diz: “Vinde a Mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai o meu jugo, e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração e achareis descanso para vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve. “

Estas palavras foram ditas à você. Quando você cair na perplexidade, leia esta promessa, e fale com Deus. Conte-lhe sobre seus problemas e dificuldades. Ele nunca vai dizer que você é um tolo por não entender melhor. A Palavra declara: “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida”.

Por que não nos lembramos de que Cristo é a nossa luz, nossa salvação? Ele deu sua própria vida preciosa para que possamos ser guiados, reforçados e sustentados. Por que não ir a Ele como uma criança vai para o seu Pai? Ele é o nosso auxiliador, a nossa suficiência, nosso tudo em todos. Se nós vamos a Ele com fé, nunca deixaremos de receber conforto. Ele vai lidar cuidadosamente com nós em nossas fraquezas, pois Ele foi tentado em todos os pontos como nós somos.

Eu tenho estado doente desde o início da minha jornada na Califórnia, e quando eu deitava no meu compartimento do trem, sem ninguém comigo, quão precioso era comungar com Deus. Eu estava sozinha com ele, e se eu nunca concebi a sua presença em sofrimento e angústia, eu a senti então. Senti que os braços eternos estavam debaixo de mim. Eu percebi o conforto do amor do Salvador.

Você não querem estar entre o número de quem Cristo diz, eu tenho “em Sardes algumas pessoas que não contaminaram as suas vestes e comigo andarão vestidas de branco, porquanto são dignas”?

Cristo é o maior missionário médico que já viveu. Nunca perdeu um caso. Ele entende como dar força e orientação para os médicos nesta instituição. Ele fica ao lado deles no exercício de suas difíceis operações cirúrgicas. Sabemos que isso é assim. Anjos de Deus estão constantemente ministrando para aqueles a quem Cristo deu a Sua vida.

Deus dá aos médicos desta instituição habilidade e eficiência, porque eles estão servindo. Eles sabem que sua habilidade não é própria, mas que vêm de cima. Eles percebem que há ao lado deles um Sentinela Divino, que dá sabedoria aos seus médicos, permitindo-lhes mover-se inteligentemente em seus trabalhos. Foi por sua ordem que este sanatório foi aqui criado. Nós somos muito gratos que exista um lugar onde a obra médico-missionária possa ser realizada sob a supervisão do grande médico-missionário.

Deus está acima de tudo, e Ele ama a todos nós. Ele tem cuidado com a obra das suas mãos. Temos que fazer a nossa parte, compreendendo a instrução contida em Sua Palavra. Temos que tomar o cuidado apropriado com a máquina do corpo humano, que é tão maravilhosa que Davi foi levado a exclamar: “por modo assombrosamentemaravilhoso me formaste”.

Eu lhes imploro, que não estraguem o acabamento precioso de Deus, comendo, bebendo ou vestindo-se inadequadamente. Não coloquem nenhum obstáculo no caminho de Deus. Ajam em conformidade com a inteligência que Deus lhes deu. Ele irá mantê-los na saúde se vocês fizerem a Sua vontade. Ele é o restaurador. Estas palavras me foram ditas quando os médicos desesperaram da minha vida.

Em certa ocasião, meu médico disse: “A menos que haja alguma mudança, você tem apenas três dias para viver”. A noite um ficou ao meu lado e me disse: “Cristo é o restaurador, Satanás é o destruidor. Eu sou o teu Redentor, e eu vou te curar.” A partir desse momento, comecei a me recuperar, e quando o médico veio, ele disse: ” Sra. White, você está melhor. Há um brilho em seus olhos, que devem estar lá para que você tenha saúde”.

Eu amo Jesus, e eu quero que vocês O amem. Se depender do poder que está acima de qualquer poder humano, vocês alcançarão a vitória. Tenham fé em Deus. Expectativas humanas podem falhar, mas não há nenhuma falha nas promessas de Deus. Elas são o sim e o amém em Cristo. Eu reivindico as promessas de Deus, e sei que Ele vai responder a minha fé. Ele vai fazer exatamente como Ele disse que faria. Eu quero que vocês tenham o conforto da graça de Deus. Quero que sintam que não estão sozinhos, que vocês tem um Consolador.

Que Deus abençoe os que sofrem, e que possam ter esperança e coragem. Isso terão se lançarem suas almas desamparadas sobre Jesus. Sua ajuda vai permitir que trabalhem a sua própria salvação e ajudem os outros. Que Deus abençoe a todos vocês, é meu desejo mais sincero e oração.

Publicado em Sermões e Palestras, volume 2, pp. 145-150. Estraído do site White Estate, traduzido pelo blog http://www.setimodia.wordpress.com

Sobre Weleson Fernandes

Weleson Fernandes
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

O que Ellen White diz sobre o jogo de Xadrez, Cartas Damas e Dominó

  Há muitas consultas com relação de qual seja a atitude da senhora White diante …

Qual a base Bíblica do Dom Profético de Ellen White?

A Igreja Adventista do Sétimo Dia advoga o dom de profecia como válido nestes últimos …

O GRANDE CONFLITO: A História por traz do livro

História do Livro “O Grande Conflito”A. Introdução — Gen. 3:15; Apoc. 12:9-10a. Quando respondemos à …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: