Interligados para Sempre

“E Deus disse: por isso o homem deixa o seu pai e a sua mãe para se unir com a sua mulher, e os dois se tornam uma só pessoa. Assim já não são duas pessoas, mas uma só. Portanto, que ninguém separe o que Deus uniu” Mateus 19:5-6.

A julgar pela frequência com que os casamentos acabam, parece utópico tentar reflexionar sobre essa relação. O relaxamento das inibições sexuais e a ênfase com que os filmes, a televisão e a publicidade tratam a infidelidade matrimonial, são um fator decisivo para a atual situação. O comum é mostrar o aspecto leviano daquestão: o sabor da aventura, a paixão, a nova experi~encia ao lado de outra pessoa.

Mas sempre há o outro lado. Aquele que normalmente os filmes e as novelas não mostram. Qual é o custo de se dar fim a um casamento? Do ponto de vista financeiro, sair de casa já implica num aumento de despesas imediatas da ordem de 32. Caso se constitua nova família, a conta aumenta para mais em 54,3%. Quem é rico luta com unhas e dentes para defender o patrimônio, mas quando se trata de dividir a miséria, nem é bom pensar.

O aspecto financeiro não é, porém, o maior problema de uma separação matrimonial. Se o casal tem filhos, a situação é bem pior. Educação, alimentação, saúde e referencial paterno e materno ficam totalmente desequilibrados. E não importa a idade. Quem espera a adolescência dos filhos para levar avante o projeto de um divórcio achando que assim haverá menos prejuízo emocional, se engana. Quer estejam na fase infantil ou não, o sofrimento será idêntico, com a diferença, talvez, da consciência real das coisas que, no caso das crianças, não é bem clara.

Jovens adolescentes são tão carentes de amor quanto as crianças. Nessafase, provavelmente, mais do que outra coisa, é importante saber que se tem um lar, um abrigo seguro; que a mãe está lá e que o pai está ao seu lado. A separação apressa o amadurecimento dos jovens e influencia suas futuras relações conjugais. Alguns ficam tão marcados que chegam a somatizar sua infelicidade, adquirindo doenças como o câncer. Isso sem falar no atraso escolar e no desenvolvimento em geral.

Por que os casamentos acabam? Os motivos são variados. Só para citar alguns: Estética, incompatibilidade e infidelidade. Rugas e gorduras são inimigas de casamentos fragilizados. Aplástica cirúrgica tem ajudado em muitos casos, mas o tempo é inexorável e chega uma hora em que a mudança visual se torna impossível. Aincompatibilidade de gênios é um motivo bem popular. Depois que se casam e têm filhos, muitos casais descobrem tardiamente que não se suportam. O adultério ou infideliddae é outro motivo bastante comum hoje, até minimizado pela expressão “um caso”, mas que impõe pesado fardo ao casal. Apesar de muito interessante geometricamente falando, na parceria do casamento o triângulo não funciona.

Desses três motivos, só o terceiro se encaixa na argumentação bíblica que admite o divórcio. O próprio Jesus disse que “o homem que se separar da sua mulher, a não ser em caso de adultério, se tornará adúltero se casar outra vez” (Mateus 19:9. Significa que problemas estéticos e de relacionamento interpessoal devem ser resolvidos de outra forma.

Diálogo e humildade são essenciais para manter um casamento. Ceder, sempre que possível, pode ajudar. Um casamento pressupõe concessões pois se trata de um relacionamento bilateral.

Oamor é um sentimento que se aprende. É possível amar, desde que as pessoas se permitam, e que Deus seja convidado para temperar a relação. Atualmente, é muito fácil oficializar o fim de um casamento. Sefor consensual, basta ir a um cartório e os papéis saem em poucos dias. Mas lembre-se:

A mais feliz separação ainda é pior do que uma vida em que as dificuldades são superadas a três. Se você está enfrentando um problema em seu casamento, peça a ajuda de Deus. Não há nada que Ele não possa fazer por nós. Convide Jesus para estar presente em seu lar e abençoar o seu casamento, para nunca separar, de acordo com a vontade dEle.

Francisco Lemos é editor de Vida e Saúde.

Sobre Weleson Fernandes

Weleson Fernandes
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

O Matrimônio

  Introdução: 1. Ler Gên. 2:18-25; Mar. 10:7; Heb. 13:4…2. O matrimônio é um acontecimento …

As Bênçãos do Casamento

  Introdução: 1. “Aquele que encontra uma esposa acha o bem e alcança abenevolência do …

O Lugar das Crianças

  Introdução: 1. “Coroa dos velhos são os filhos dos filhos, e a glória dos …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: