Maravilhosa condescendência

Porque já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, por amor de vós Se fez pobre, para que, pela Sua pobreza, enriquecêsseis. 2 Coríntios 8:9.

Visitamos os edifícios que antigamente foram palácios de reis, quando a França estava sob domínio real. … Meus pensamentos dirigiram-se primeiro aos reis que naqueles tempos transpunham esses salões grandiosos e cujo retrato figura nessas galerias. Onde está agora sua grandeza humana?

Lembramo-nos então de Jesus, que veio ao mundo com Seus benditos propósitos de amor, despindo-Se de Suas vestes reais, Sua real coroa, descendo do trono real, revestindo de humanidade a Sua divindade, e vindo ao nosso mundo para ser um Varão de dores, experimentado nos trabalhos. Vemo-Lo entre os pobres, abençoando os aflitos, curando os doentes, aliviando as enfermidades dos idosos, alcançando com Sua piedade divina as maiores profundezas da desgraça e miséria humana. Ele notava mesmo as tristezas e necessidades das criancinhas.

Anjos têm sido enviados como mensageiros de misericórdia aos aflitos, aos sofredores. Esses anjos do mundo da luz, vindos da presença da infinita glória do trono de Deus, estão em missão de amor, de cuidado, de misericórdia em favor dos sofredores dentre os homens. Existe, porém, um quadro de maior condescendência do que isso: o Senhor, o Filho do Pai Infinito, … o Príncipe dos reis da Terra, Aquele que nos amou, Aquele que em Seu sangue nos lavou de nossos pecados.

Que é o serviço dos anjos em comparação com Sua condescendência? Seu trono é desde toda a eternidade. Ele formou toda arcada e toda coluna do grande templo da natureza. Ei-Lo, o princípio da criação de Deus, Ele que conta as estrelas, que criou os mundos — entre os quais a Terra é pequenina mancha apenas, cuja falta no concerto dos muitos mundos não seria sentida mais do que a de uma pequenina folha numa floresta.

As nações diante dEle não são mais que “a gota de um balde e como o pó miúdo das balanças; eis que lança por aí as ilhas como a uma coisa pequeníssima”. Isaías 40:15. Contemplai-O, ao Senhor, o gloriosíssimo Redentor, habitante do mundo que criou, e todavia não reconhecido pelos mesmos aos quais manifestou tão grande interesse em abençoar e salvar.

Que condescendência para com os caídos homens da Terra! Que amor maravilhoso!

Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág 38.

Sobre Weleson Fernandes

Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

Paralelo entre os Profetas da Bíblia e a Profetisa E G White

Baixar  115 COMPARAÇÕES ESCRITURÍSTICAS  

Jornada Espiritual

Jornada Espiritual     Jornada e Seminario Espiritual   Acessar     Jornadas de Oração …

Diversos Devocionais

Diversos Devocionais     Diversos Devocionais   Acessar     Acessar Toda Pasta

Deixe uma resposta

×

Sejam Bem Vindos!

Sejam bem Vindo ao Portal Weleson Fernandes !  Deixe um recado, assim que possível irei retornar

×