O Que Esperar Quando Jesus Voltar

Eu vejo um contraste entre o tipo de esperança inspirada por esforços científicos, como o ônibus espacial e a que inspira a religião popular. As conquistas do programa espacial nos inspira porque são tangíveis e concretas. Os complexos detalhes se encaixam como um relógio.

A esperança religiosa hoje, no entanto, tende a ser vaga e disforme. As pessoas têm palpites sobre a vida após a morte, elas imaginam algo sobre como poderia ser o céu. Este tipo de vaga esperança pode valer para estampar um cartão, mas o que acontece quando alguns tumores malignos ou problemas cardíacos graves nos colocam face a face com a morte? Vagas esperanças não fazem muito por nós.

Você pode estar pensando que a esperança religiosa sempre vai ser um tiro no escuro. Afinal, não é científica. Mas deixe-me perguntar: Você acha que o nosso Criador é científico? Se Ele é o Criador de todas as coisas vivas, isso o torna mais sábio do que todos os nossos cientistas. Certamente, Ele é capaz de ser preciso e específico, se Ele assim o desejar.

Meu ponto é este: Deus estabeleceu o Seu plano do fim dos tempos para o nosso mundo nas Escrituras. Ele é específico. Ele está ansioso para nos dizer o que está vindo no futuro, o que podemos esperar.

Grande parte do quadro maravilhoso de Deus está no livro do Apocalipse. Este livro nos faz olhar para o evento que vai trazer a história humana a um clímax: a segunda vinda de Jesus. E cenas desse quadro são pintadas de várias maneiras, por exemplo, como uma colheita, ou a invasão do Dia D de um exército celestial (ver Apocalipse 14:14, 19:11, 14). O reino de Deus irá finalmente estourar em cima deste planeta.

Cristo está vindo para reinar ‘para sempre’ “(Apocalipse 11:15). Essa é a bendita esperança do Novo Testamento.

O retorno de Jesus

O que exatamente está envolvido nesta segunda vinda de Jesus Cristo?

Felizmente, a Bíblia nos dá respostas claras. Jesus vai descer dos céus de forma tão visível, tão palpável, como subiu (Atos 1:11). Apocalipse diz: “Todo olho o verá” (1:7). Paulo nos diz “o Senhor Jesus [será] revelado do céu em fogo ardente com seus anjos poderosos” (2 Tessalonicenses 1:7). E Pedro diz: “Os céus desaparecerão com um grande estrondo” e a Terra será queimada (2 Pedro 3:10).

O próprio Jesus descreveu o evento: “Como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do Filho do Homem. . . . O Filho do Homem aparecerá no céu, e todas as nações da terra se lamentarão. Eles verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória” (Mateus 24:27-30).

As pessoas podem falsificar milagres, pois podem reivindicar ser Cristo. Mas ninguém pode falsificar a segunda vinda. Será inconfundivelmente real. Quando os céus acima de nós explodir e dezenas de milhares de anjos levantarem suas vozes e da glória de Deus romperem através das nuvens, ninguém se confundirá.

Algumas pessoas têm desenvolvido uma teoria que concebe um “arrebatamento secreto”, no qual os fiéis serão levados para o céu em um flash, enquanto outros são deixados para tráz. A teoria do arrebatamento secreto repousa basicamente em textos que falam do Senhor vindo como um ladrão na noite. Na superfície, isto parece implicar um segredo, talvez um invisível evento.

Mas há textos que mostram Jesus vindo como um ladrão, lado a lado com textos que retratam Ele vindo em um momento de glória. Pedro, por exemplo, menciona os dois no mesmo fôlego: “O dia do Senhor, porém, virá como ladrão. Os céus desaparecerão com um grande estrondo, os elementos serão desfeitos pelo calor, e a terra, e tudo o que nela há, será desnudada” (2 Pedro 3:10).

Obviamente, Jesus virá como um ladrão, no sentido de que o Segundo Advento será uma grande surpresa para aqueles que não estão prontos. A volta de Jesus não será um evento místico ou invisível. Não há nada de tranquilo ou secreto ou intangível sobre os céus desaparecendo com grande estrondo!

A volta de Jesus pode vir como uma surpresa incrível para alguns. Mas não vai ser silenciosa, não será secreta, não vai ser algo vago e místico. Será definitiva, um período irreversível, que Deus coloca na história. É o fim de uma era e o início de um sistema totalmente novo em que os seguidores de Cristo são revestidos de imortalidade. É o momento em que a morte, o inimigo final é vencido (cf. 1 Coríntios 15:51-53).

Imagine um cemitério

Você pode imaginar como será: em um pequeno cemitério na planície varrida pelo vento, a terra se quebra, empurrando as flores que uma mãe de luto colocou sobre uma lápide. Um pequeno caixão se abre e uma voz de bebê começa a chorar. Instantaneamente, um anjo desce do céu e recolhe o bebê em seus braços. Em outro momento, ele está ao lado da mãe, que acompanhava em silêncio a cena.

Ela olha para seu filho por um momento. A última vez que ela olhou para ele, seu rosto estava pálido e cheio de dor. Sua respiração havia chegado aos suspiros pela batalha perdida contra uma doença mortal. Agora, sua carne é quente e saudável, os olhos brilhantes como quando ele olhava no rosto de sua mãe. Tremendo, ela abraça seu bebê, muito feliz.

Nos últimos minutos da história da Terra, este planeta será sacudido com incontáveis ressurreições. E em todos os lugares você vai ouvir os gritos de reconhecimento de entes queridos separados pela tragédia caindo nos braços um do outro.

Mas algo acontece, o acontecimento mais maravilhoso de todos. Os crentes começam a perceber que seus pés não estão mais no chão. Sentem-se sem gravidade. Eles estão subindo para encontrar o Senhor dos senhores, o Príncipe da Paz, Maravilhoso Conselheiro, o Bom Pastor, o Criador de toda a vida. Eles estão levantando-se para começar a vida eterna com Jesus. Que alegria indescritível!

Você pode se sentir um pouco indiferente a respeito de Deus agora. Você pode não considerar a fé importante. Mas um dia em breve, a sua fé fará toda a diferença no mundo. Um dia, em breve, Deus vai dividir a humanidade eternamente em dois grupos.

O Apocalipse descreve estes dois grupos. Alguns experimentarão a segunda vinda de Cristo como uma surpresa terrível. Eles vão rezar para as rochas cairem sobre eles e escondê-los Dele (Apocalipse 6:15-17). O segundo grupo vai experimentá-lo como um belo cumprimento e libertação. Eles vão estar cantando em êxtase, “Ele é o nosso Deus. Nós pusemos a nossa esperança nele, e ele nos salvou.” (Isaías 25:9).

Sim, Deus, nosso Criador, um dia vai descer a partir do espaço exterior e fazer uma aparição espetacular. Essa é a grande esperança que brilha através do Novo Testamento. Essa é a esperança que pode elevar-nos acima de nossos dias tristes e para fora de nossas noites mais escuras.

Você não quer fazer parte dessa grande vitória? Não pretende ser um daqueles que se levantam ao encontro do Senhor nos ares e se reúnem com entes queridos falecidos? Escolha hoje fazer de Jesus o seu Salvador pessoal.

Escrito por Mark Finley, para a revista Signs of the Times (Abr/2010). Traduzido pelo blog http://www.setimodia.wordpress.com

Autor: Mark Finley

Sobre Weleson Fernandes

Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

Sermão 10 – QUAL É A IGREJA QUE CRESCE?

ASSUNTO: Crescimento da igreja. OBJETIVO: Incentivar os irmãos a porem em prática duas características: Intrepidez …

Sermão 9 – OS ELOS DE UMA CORRENTE

ASSUNTO: “União” OBJETIVO: Despertar a necessidade de união entre os membros e o amor ao …

Sermão 8 – O VERDADEIRO DESCANSO

TEMA: Vida espiritual. PROPÓSITO: Levar a igreja a compreenderam vida de descanso TEXTO “ Vinde …

Deixe uma resposta

×

Sejam Bem Vindos!

Sejam bem Vindo ao Portal Weleson Fernandes !  Deixe um recado, assim que possível irei retornar

×
%d blogueiros gostam disto: