Uma prova de fé

Pela fé, Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia. Hebreus 11:8.

Deus escolheu Abraão como Seu mensageiro, para por seu intermédio comunicar luz ao mundo. Veio-lhe a palavra de Deus, não com a apresentação de perspectivas lisonjeiras de grande salário nesta vida, de vasto prestígio e honras mundanas. “Sai-te da tua terra, e da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que Eu te mostrarei” (Gênesis 12:1), esta foi a mensagem divina a Abraão. O patriarca obedeceu. … Deixou sua terra, seu lar, seus parentes, e todas as aprazíveis associações de sua vida anterior, para tornar-se peregrino e estrangeiro.

Quando Deus ordenou a Abraão que deixasse sua terra e seus amigos, poderia ele ter arrazoado e posto em dúvida os propósitos de Deus no caso. Mostrou, porém, que tinha perfeita confiança de que Deus o estava dirigindo; não perguntou se a terra para onde devia ir era fértil, aprazível, ou se teria facilidades ou não. Foi, por ordem de Deus. Esta é uma lição a cada um de nós. Quando o dever parece levar-nos contrariamente às nossas inclinações, devemos ter fé em Deus.

Há os que estão em condições favoráveis… em todas as coisas desta vida, mas Deus talvez tenha para eles uma obra a realizar em outra parte — obra que não poderiam realizar entre os parentes e amigos. A própria situação de conforto, e os parentes que os rodeiam, podem impedi-los de desenvolver justamente os traços de caráter que Deus deseja que formem. Mas Deus vê que, mudar-lhes os encargos, e enviá-los para ambiente inteiramente diverso, será na verdade o melhor procedimento para formarem um caráter que O glorifique.

Quando nos estabelecemos onde tudo é comodidade e conforto, não sentimos tanto a necessidade de confiar em Deus, momento a momento. Deus, em Sua providência, leva-nos a posições em que sintamos necessidade de Seu auxílio e força, e Ele gosta de revelar-Se a nós.

Diz-se de Abraão que ele aguardava uma cidade cujo artífice e construtor é Deus. … Assim se dá conosco. Somos apenas peregrinos e forasteiros neste mundo. Buscamos a cidade que Abraão aguardava, cujo artífice e construtor é Deus.

Autor: Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 111.

Sobre Weleson Fernandes

Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

Sermão VII: PRECE

O Céu tem sido a bendita esperança dos genuínos cristãos de todos os tempos! . . . Mas não é necessário que primeiro entremos pelos portais da cidade eterna, para que o Céu se torne uma realidade na nossa vida. Pelo contrário, “o Céu deve começar aqui na Terra” (Meditações Matinais 1965, p. 112), pois “a vida na Terra é o princípio da vida no Céu. . .

Teria Ellen White plagiado outros autores?

No inicio da década de 1980 um ex-pastor adventista da Califórnia, EUA, chamado Walter Rea …

O que Ellen White diz sobre o jogo de Xadrez, Cartas Damas e Dominó

  Há muitas consultas com relação de qual seja a atitude da senhora White diante …

Deixe uma resposta

×

Sejam Bem Vindos!

Sejam bem Vindo ao Portal Weleson Fernandes !  Deixe um recado, assim que possível irei retornar

×
%d blogueiros gostam disto: