“Não vos conformeis”

E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2.

Cristo nunca dirige os Seus seguidores no tomarem sobre si compromissos que os unam aos que não têm ligação com Deus.

Entre o homem mundano e aquele que serve fielmente a Deus, há um grande abismo. Sobre os assuntos de maior importância — Deus, a verdade e a eternidade — não harmonizam seus pensamentos, simpatias e sentimentos. Uma classe está a amadurecer, como o trigo para o celeiro de Deus, ao passo que a outra amadurece para os fogos da destruição. Como haver unidade de propósito ou ação entre eles?

Devemos acautelar-nos contra o condescender com um espírito de beatice e intolerância. Não devemos distanciar-nos dos outros, num espírito que parece dizer: “Não se aproxime de mim, pois sou mais santo que tu.” Não devemos excluir-nos de nossos seres humanos semelhantes, mas procurar comunicar-lhes a preciosa verdade que abençoou nosso coração.

Se, porém, formos cristãos, tendo o espírito dAquele que morreu para salvar os homens dos seus pecados, então haveremos de amar nossos semelhantes demais para aprovar os seus prazeres pecaminosos por meio da nossa presença e nossa influência. … Semelhante procedimento, longe de lhes ser benéfico, tão-somente os levaria a duvidar da realidade de nossa religião. … Devemos estar firmemente arraigados na convicção de que, o que quer que, em qualquer sentido, se desvie da verdade e justiça em nossa associação e companheirismo com os homens, não nos pode beneficiar, e muito desonra a Deus.

A obra de Deus para salvação da família humana é a maior obra que possa ser levada a efeito em nosso mundo. Quando os homens estão dispostos a tudo ter na conta de perda, contanto que ganhem a Cristo, então se lhes abrirão os olhos, para ver as coisas como são na realidade. Então se volverão das atrações terrestres para as celestiais.

“Eles serão Meus, diz o Senhor dos Exércitos, naquele dia que farei, serão para Mim particular tesouro; poupá-los-ei como um homem poupa a seu filho que o serve. Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não O serve.” Malaquias 3:17, 18.

Referência: Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 319.

Autor: Weleson Fernandes

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

Refúgio que nunca falha

Não estejais inquietos por coisa alguma; antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante …

Como livrar-se da culpa

Quem, ó Deus, é semelhante a Ti, que perdoas a iniqüidade e que Te esqueces …

O Ùnico Caminho Seguro

Quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: