Contrações de um Planeta em Dor

“O quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo. E os homens foram abrasados com grande calor; e blasfemaram o nome de Deus, que tem poder sobre estas pragas; e não se arrependeram para lhe darem glória.” Apocalipse 16:8 e 9

Embora essa profecia seja uma referência a um evento muito distinto, as pragas, e que eventos escatológicos terão o seu desenrolar antes desta cena específica, é interessante notar como o próprio clima do planeta se conduz para o quadro profético descrito.

“Um relatório do Programa de Meio Ambiente da ONU (Unep, em inglês) publicado nesta segunda-feira… considerado o mais amplo estudo já feito sobre as áreas mais áridas do planeta, o documento tem a sua divulgação no Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado nesta segunda. Segundo o relatório, aumento de temperaturas verificado entre 1976 e 2000 foi muito superior à média anterior. Até 1976, a alta era de 0,45ºC e passou a ser de 0,5ºC a partir daquele ano. A ONU prevê que a tendência de elevação das temperaturas e diminuição das chuvas vá continuar e projeta um aquecimento de até 7ºC e uma queda de até 20% nas médias pluviométricas dos desertos até o fim deste século”. (BBC)

Nas pragas existem vários elementos envolvidos; dentre eles água dos rios, dos mares, a temperatura do planeta etc. Todos eles serão regidos pelo sobrenatural Poder de Deus. Mas o Apocalipse deixa claro que essa intervenção Divina, é feita porque o homem não age de forma responsável para com o planeta – “…então veio a tua ira, e o tempo de serem julgados…. de destruíres os que destroem a terra”. Apocalipse 11:18.

Os sinais que antecedem a Segunda Vinda de Cristo são mais evidentes a cada dia; nunca tantos sinais e de forma tão intensa foram tão evidentes. Terremotos sempre houveram, erupções sempre aconteceram, os tsunamis sempre aconteceram na história do planeta, mas não com tão diminuída freqüência e intensidade. Jesus mesmo relacionou os sinais do fim com as dores do parto – “Mas todas essas coisas são o princípio das dores” Mateus 24:8.

“Como a mulher grávida, quando está próxima a sua hora, tem dores de parto e dá gritos nas suas dores, assim fomos nós diante de ti, ó Senhor! Pois eis que o Senhor está saindo do seu lugar para castigar os moradores da terra por causa da sua iniqüidade; e a terra descobrirá o seu sangue, e não encobrirá mais os seus mortos”. Isaias 26:17 e 21

 

Autor: Weleson Fernandes

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

Falar com Deus

Quando tudo estiver complicado : Ore Quando tudo estiver maravilhoso: Ore A oração é o …

Cultura: A Fé Cristã é Contra, ou A Favor?

1. O que é cultura? Definir cultura não é uma tarefa fácil. Ricardo Gondim, em …

Perfeccionismo entre os Adventistas

Baseado em apontamentos de sala de aula do Dr. Luiz Nunes (SALT-IAENE) e do Dr. …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: