Sinais Intensificados

“A segunda parte do relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês) da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado em 06/04/07 em Bruxelas, afirma que o mundo sofrerá com mais fome e doenças em decorrência das alterações no clima”. BBC

“Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares” Mateus 24:7. “Esta profecia começou a cumprir-se menos de duas décadas após o Sermão Profético. Em Atos 11:28, há a citação de “uma grande fome em todo mundo” no tempo do imperador Cláudio (41 – 54 d.C.). Pelo número de referências a essa fome nos escritos da época, é de se concluir que foi de grande amplitude. Na Palestina, essa grande fome, que ocorreu provavelmente entre 46 e 49 d.C., foi mais devastadora pois, além das péssimas colheitas do verão de 47, a situação foi agravada pelo ano sabático (do outono de 47 ao outono de 48) no qual não se cultivavam as terras, e assim, a fome se prolongou até o verão de 49”.

“…conduziu o mundo ocidental a um modo de vida em que a fome fazia parte do cotidiano, e isto se tornou uma realidade constante no período conhecido como idade das Trevas” (do século V ao final do século VIII). Nesse período lúgubre da história, muitos que escapavam de morrer pelas guerras ou epidemias, acabavam torturados e mortos pela fome. Deste modo, a fome foi uma característica de toda a Idade Média e além. A convivência contínua com a fome, nas suas formas endêmica e epidêmica, explica muito sobre a estrutura social desse período e o comportamento das pessoas com tendência ao misticismo”.

“Somente entre os séculos X e XV, houve cerca de 400 grandes epidemias de fome na Europa e, em muitas destas ocorrências, a fome extrema levou à prática do canibalismo. Por exemplo, entre 1030 e 1040, grande parte da Europa viveu em profunda miséria”.

“Na Ásia, a fome também dizimava as populações. A China era freqüentemente atingida por terríveis epidemias de fome. Na década de 1580, por exemplo, a escassez de alimentos foi tamanha que aldeias inteiras foram exterminadas pela fome e pelas doenças. 0 flagelo foi tão terrível que as pessoas chegavam a comer fezes de ganso, e o canibalismo era comum. Alguns, sem nenhuma outra alternativa do que comer, moíam pedras para produzir “farinha”. A conseqüência disso foi uma catastrófica redução da população chinesa no período”.

“A última grande epidemia de fome na Europa Ocidental ocorreu na Irlanda em 1846, quando sua população foi dramaticamente reduzida, em parte pelas mortes que foram quase um milhão, e em parte pela emigração, principalmente para os Estados Unidos”. [Mascarenhas – 2001]

Mas a combinação dos sinais deixados por Jesus é catastrófica para os últimos dias – “nação contra nação, … fomes, e pestes, e terremotos…”. É a convergência dos sinais que determina a gravidade de nossos dias. Intensificada pelos fatores climáticos a fome ganha promorções mundial e não somente continental como no passado. O relatório da ONU alerta para isso.

“A segunda parte do relatório conclui que a elevação da temperatura global poderá mudar o rendimento das produções agrícolas e aumentar a fome e a ocorrência de doenças principalmente nas regiões mais pobres do mundo. Também deve afirmar que, com o aumento do nível do mar, as regiões costeiras e baixas serão inundadas, obrigando comunidades inteiras a se deslocarem, e que as mudanças no ecossistema levarão à extinção de várias espécies de animais e plantas.

Divulgada em fevereiro/07 em Paris, a primeira parte do estudo prevê um aumento de até 4º C na temperatura da Terra até o fim deste século e culpa o homem pelo aquecimento global”. BBC

Sobre Weleson Fernandes

Weleson Fernandes
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

Ex-transgênero e ativista LGBT conta seu testemunho: “Fiquei 10 anos no homossexualismo”

Com apenas 30 anos, a ex-transgênero (homossexual) Graziele Galvão já passou por muita coisa na …

Ativismo LGBT quer atingir as crianças, alerta ex-homossexual: “Está na hora de pararmos de viver ilusões”

Uma das coisas que mais irrita o ativismo LGBT é quando cristãos denunciam suas estratégias, …

Pastor ex-gay defende “terapia reparativa” e detona o ativismo LGBT por terem medo da verdade

A Bíblia condena o comportamento homossexual, assim como outras práticas sexuais consideradas pecado, como o …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: