Um Lar Segundo a Vontade de Deus

 

Introdução:


1. Ler Ecl. 4:9-10, 12…
2. A aritmética é a arte de calcular…
3. Meus amados noivos, acredito, que vocês fizeram vários cálculos antes de tomarem a decisão de se unirem.
4. Mas, neste momento gostaria de apresentar-lhes a aritmética de um lar segundo a vontade de Deus.
5. Segundo a Lei de Deus o lar não consiste em cerimônias e ritos.
6. O lar é a união franca e aberta de dois seres que se amam em Deus.
7. As leis civis o regulam, e as religiosas o confirmam.
8. Mas a lei do amor o mantém como a mais excelente instituição.


I. O LAR COMEÇA COM DOIS, NO ENTANTO DEVEM SER UM.


A. No principio Deus criou o homem e a mulher.
1. Mas para formar um lar não devem ser dois e sim um.
2. Ao contemplar Eva depois de ser criada Adão disse:
a. “Esta é osso de meus ossos e carne de minha carne.”
3. Devem ser dois ideais que sem se confundirem se completem em um.
4. Mas para que isto aconteça é necessário observar-se a relação exata entre um e outro.
a. Eva não foi formada da cabeça para que governasse o homem.
b. Nem dos pés para ser pisada…
c. Mas sim de uma costela para ser igual.
d. Sim, ela foi tomada de debaixo do braço de Adão para ser
protegida e de perto do coração para ser amada.


II. O LAR CONTINUA COM UM, NO ENTANTO DEVEM SER DOIS.


A. No v. 9 lemos que dois são melhores que um.
1. No principio Deus disse:
a. “Não é bom que o homem esteja só”
2. Então Deus criou Eva.
3. O homem foi criado do “barro”, a mulher dele já refinado.
a. Assim, se o homem é “força”, a mulher é “ternura”.
b. Se o homem é a “cabeça”, a mulher é o coração.
4. Ela é a “ajudadora”.
a. Ela é aptidão, disposição, suficiência.
5. Assim eles se completam.
a. E, “se um cair”, o outro levanta o seu companheiro…


III. O LAR FINALMENTE DEVE SER UM, DOIS E TRÊS.


A. “O cordão de três dobras não se quebra tão depressa.”
1. Até agora falamos que devem ser dois em um.
a. Por que agora falar em três?
b. Segundo a lei estes dois jovens já estão unidos em matrimônio.
c. Agora estamos aqui para rogar que o Senhor Deus os abençoe.
d. Eles se conheceram, se amaram, se uniram e agora anseiam a presença do Senhor.
e. Assim como os pintores começam seus quadros pelo céu, eles também anseiam a presença do céu na vida que iniciam.
2. Consciente deste desejo alimentado por vós, o meu sincero
desejo é que:
a. O Senhor Jesus seja o vosso supremo confidente.
b. O hóspede constante de vosso lar.
c. O ouvinte de toda conversação.
d. E acima de tudo o chefe.
3. Estas são as três obras:
a. Vocês dois e Jesus.


Conclusão:


1. Lembrem-se meus queridos que um lar com Cristo é uma alegria sem fim, mas um lar sem Ele é o fim da alegria.

 

Veja aqui a lista de todos os SERMÕES PARA OCASIÕES ESPECIAIS.

 

 

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

A IMORTALIDADE DA ALMA

  INTRODUÇÃO: Gên. 3:4.1. ” Mediante os dois grandes erros – a imortalidade da alma …

A ATRAÇÃO DA CRUZ DE CRISTO

  INTRODUÇÃO: Os méritos da cruz de Cristo oferecidos aos pecadores. 1. Completa a eterna …

A MISSÃO DA IGREJA

  INTRODUÇÃO: S. Mat. 28:19-20 1. “A igreja foi organizada para servir, e sua missão …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: