Uma Lembrança da Cruz

 

Introdução:


1. A rude cruz de madeira se desfez na poeira do tempo.
2. Os pregos desapareceram…
3. A cruel coroa de espinhos não foi preservada.
4. Nenhum copo conservou o precioso sangue derramado pelo Salvador.
5. Somente um memorial foi deixado da morte de Jesus – a Ceia do Senhor…
6. “Fazei isto”, pediu Ele, “em memória de mim” (1 Cor. 11:24).


I. NA NOITE ANTERIOR À SUA MORTE, ELE ESTABELECEU ESTE SIGNIFICATIVO MEMORIAL…


A. Felizmente Ele não ordenou que alguém construísse um
monumento como lugar de peregrinação. com guardas e filas.
1. Pelo contrário, o que Ele mandou que se fizesse é o que
chamamos de Santa Ceia…
2. Se houver dois ou três reunidos em Seu nome, podemos celebrar esta cerimônia, regozijando-nos ao redor de uma mesa, comendo o pão e tomando o fruto da vida…
3. A medida que comemos e bebemos dos emblemas sagrados estamos cumprindo o pedido do Salvador, “fazei isto em memória de Mim” (1 Cor. 11:24)…
B. Jesus sabia perfeitamente que precisamos ser lembrados.
1. “Lembra-te de Jesus Cristo”, recomendou Paulo a Timóteo (II Tim. 2:8)…
a. Uma igreja pode pregar profecias…
b. Outra pode pregar dons espirituais…
c. Outra pode enfatizar o amor… .
d. Outra a obediência á Lei…
e. Outra a santidade…
f. Outra atos sociais ou várias doutrinas…
g. Outra pode enfatizar filosofia…
h. Tudo isso pode ser pregado…
2. Tudo pode ser verdade a ser estudada e aplicada…
a. Porém, sem a cruz, elas se tornam sem valor…
3. Pregação que evita a cruz é falha e sem vida.
a. Precisamos ouvir a respeito do gracioso perdão oferecido por Cristo, e isso só é possível quando ouvimos, a maravilhosa história da Cruz…
4. Depois de fazer um grande discurso em Atenas, mas sem
resultado, o apóstolo Paulo tomou uma decisão:
a. “Decidi nada saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este
crucificado” 1 Cor. 2:2.
b. Paulo concluiu que sua missão não era provar o evangelho, mas pregá-lo.
c. Ele devia “pregar o evangelho, não com sabedoria de palavra, para que se não anule a cruz de Cristo” II Cor. 1:17.


II. A CEIA DO SENHOR PÕE NOSSOS OLHOS DE VOLTA SOBRE A CRUZ DE CRISTO.


A. Ela é uma lente que nos faz enxergar o corpo quebrado e o sangue derramado pelos nossos pecados.
1. Em 1 Cor. 11:26 Paulo diz que a Ceia nos faz olhar para o futuro sem nos esquecer que o sangue purificador de Cristo foi derramado por nós no passado
a. Encontramos significado para a vida somente quando podemos ver o que Jesus realizou na Cruz e o que ele fará no futuro, na Sua gloriosa vinda…
2. A preparação para entrar no reino por vir deve ser acompanhada da aceitação daquilo que Cristo fez por nós na Cruz…
a. Poucos, infelizmente, compreendem o que significa aceitar aquilo que Cristo realizou na cruz.
b. Aceitam a Jesus como o supremo exemplo de abnegação, de humildade e de sacrifício…
c. Estão certos, mas deixam de aceitar o perdão que Ele oferece a cada pecador através da cruz…
3. Portanto, a Ceia do Senhor é muito necessária, pois ela nos
relembra que Cristo morreu por nós.
a. “Isto é o Meu corpo partido por vós”, afirmou Ele…
b. Estas palavras são uma repetição de Isa. 53, onde é enfatizado o fundamento do sacrifício que o Cordeiro de Deus fez por nós.
4. Ler Isa. 53:4-12…
a. A palavra chave nestes versos é “por”…
b. Foi “por” nós que Ele fez tamanho sacrifício…
c. A cruz é um ato divino, incompreensível para nós…
d. Ali foi moído o corpo de Cristo “por” nós, e o Seu sangue foi derramado “por” nós…
B. Foi o derramamento do sangue de Cristo que tornou possível satisfazer as exigências da Lei de Deus…
1. Foi este grande sacrifício que trouxe perdão, paz e certeza de um Céu para o pecador arrependido.
2. Através de Sua morte Jesus removeu a condenação que pairava sobre nós…
a. Portanto, devemos ir á cruz…
b. Precisamos fixar nossos olhos sobre o Calvário e aceitar o que aconteceu ali.
3. Quando compreendemos que Jesus já liquidou a nossa culpa e pela fé aceitamos o que Ele fez, não precisamos ficar na incerteza.
a. Podemos regozijar-nos nEle, segui-Lo e aguardá-Lo “para a
salvação” Heb. 9:28.


III. A CEIA DO SENHOR É PORTANTO UM SINAL DA SEGURANÇA QUE ENCONTRAMOS EM JESUS.


A. Participar dos emblemas da Ceia é afirmar que participamos da salvação oferecida por Ele…
1. Jesus chamou esta cerimônia de “a nova aliança” no seu sangue (1 Cor. 11:25).
a. Assim, ela é mais do que apenas um memorial…
b. É uma aliança, uma promessa…
c. E um olhar para trás que inspira-nos a olhar para a frente e guia-nos com segurança na jornada presente…
2. Esta deve ser a nossa maneira de olhar…
a. Devemos olhar constantemente para Jesus, o Autor e
Consumador da nossa fé (Heb. 12:2.)
b. Nunca devemos nos esquecer que o olhar, o andar e o
participar estão intimamente relacionados.
3. Portanto, devemos participar constantemente da Santa Ceia.
a. Ao fazê-lo permanecemos nEle e Ele em nós (Jo. 6:56).

 


Conclusão:

 


1. Ao relembrarmos através da Ceia tudo aquilo que Cristo fez por nós, somos renovados espiritualmente…
2. Renovamos também nossa comunhão com Jesus e com nossos semelhantes…
3. Ao participarmos dos emblemas Cristo nos promete: “quem comer a Minha carne e beber o Meu sangue tem a vida eterna” Jo. 6:54…
4. Esta é a gloriosa certeza, a doce paz e o maravilhoso poder que Jesus nos deseja outorgar ao participarmos da Sua mesa…

 

 

Veja aqui a lista de todos os SERMÕES PARA OCASIÕES ESPECIAIS.

 

 

 

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

A IMORTALIDADE DA ALMA

  INTRODUÇÃO: Gên. 3:4.1. ” Mediante os dois grandes erros – a imortalidade da alma …

A ATRAÇÃO DA CRUZ DE CRISTO

  INTRODUÇÃO: Os méritos da cruz de Cristo oferecidos aos pecadores. 1. Completa a eterna …

A MISSÃO DA IGREJA

  INTRODUÇÃO: S. Mat. 28:19-20 1. “A igreja foi organizada para servir, e sua missão …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: