O VALOR DE TER UM LEMA E UM ALVO

Estudando a biografia dos grandes benfeitores da humanidade, deles muito podemos aprender, como por exemplo – a dedicação ao estudo, a força de vontade que exerceram para alcançar seus objetivos, mas há outra particularidade não menos importante que muito contribuiu para se tornarem famosos, tiveram um lema e um alvo na vida.

Lema e alvo não são a mesma coisa, mas estão intimamente relacionados.

Lema é uma sentença, um preceito escrito, uma regra de procedimento, uma máxima.

O lema pode ser comparado a uma bússola que nos orienta, que nos mostra o caminho a seguir.

Alvo é o objetivo que temos em vista, é a meta colocada diante de nós, o ponto que queremos alcançar.

DIFERENCIAL


Todos os povos e muitos indivíduos isoladamente vivem sob a influência estimuladora de uma frase ou de um lema sugestivo.

Ter um lema é a prova convincente de que temos um padrão de procedimento, uma diretriz própria na vida, um alvo em frente, e que tudo faremos para alcançá-lo.

Sendo muitos os exemplos comprovatórios das afirmações anteriores citemos apenas alguns:

1º) O lema do Estado de São Paulo: “Non ducor, duco” – Não sou conduzido, conduzo.

2?) O lema da nossa querida pátria: “Ordem e Progresso”.

Este lema é expressivo, mas apenas lamentamos que ele ainda não tenha sido tomado a sério por todos os nossos patrícios.

3º) O povo suíço, vivendo numa nação tão pequena, mas ao mesmo tempo tão grande em suas idéias e seu valor, há séculos, tem como lema: “Um por todos, todos por um”.

4º) Bolívar, o grande libertador sul americano, adotou aos 23 anos de idade este lema:

 

“Pelo Deus de meus avós e a terra que me viu nascer, juro que minhas mãos nunca terão descanso, nem repouso a minha alma, enquanto eu não quebrar os grilhões que nos prendem a Espanha”.

 

Ele teve como alvo criar uma pátria livre, e devotou toda a sua vida para alcançar este ideal. Combateu 15 anos, mas libertou a Venezuela, Colômbia, Equador, Bolívia e Peru.

5º) Oswaldo Cruz, o grande higienista brasileiro, o libertador do Rio de Janeiro da febre amarela, adotou como lema para si esta frase:

“Não esmorecer para não desmerecer”.

Quantos jovens que iniciaram a carreira estudantil têm esmorecido, desanimado pelas coisas mais insignificantes, perdido o ânimo diante da menor dificuldade. 

O estudante deveria tomar como exemplo a frase de Oswaldo Cruz.

6º) Rui Barbosa, a figura inolvidável em nossa pátria, viveu e lutou denodadamente em prol do seu lema. “O direito e a liberdade”.

O jornalista Alcindo Guanabara ao comentar a vida de Rui Barbosa declarou o seguinte – a biografia de Rui poderia ser sintetizada na mais contundente das sínteses: “Uma linha reta entre a liberdade e o direito”.

7º) A divisa de Pasteur era esta: “É o homem que honra a posição e não a posição que honra o homem”.

Nesta frase deviam pensar todos os homens hoje em dia, quando a luta pelos cargos elevados é tão grande.

8º) Madame Curie teve como alvor “Trabalhar com desinteresse e sem outro motivo, senão o de beneficiar a humanidade”.

9º) Um fazendeiro nos Estados Unidos tinha numa pequena moldura este dístico que era o seu lema:

 

“Este é o dia que fez o Senhor Regozijemo-nos e alegremo-nos nele”.

 

Seu objetivo ao ler com freqüência estas palavras, era que elas o livrassem dos cuidados e o ajudassem a levar uma vida de alegria e satisfação.

Há muitos homens que colocam diante de seus olhos, em cima da escrivaninha, poesias sublimes e frases emulativas para os ajudarem a enfrentar os problemas da vida. 

Sei de um que pôs um sugestivo poema no espelho, para lê-lo todas as manhãs enquanto fazia a barba.

Em meu escritório, num lugar bem visível está colocada esta poesia que recebi enquanto estudante aqui no Colégio e peço licença para a ler:

Seja qual for teu pensamento, amigo,
Só pensa o que possa aprovar Jesus,
Fales à multidão, ou só contigo,
Não digas o que tema a Sua luz.
Seja qual for a página que leias,
Não leias nada, insulso ou fascinante,
Que te pusesse o coração em peias,
Se visses a Jesus no mesmo instante.
Seja qual for o canto de alegria,
Não cantes nunca o que a Jesus enfade,
E jamais seja de tua autoria,
Qualquer escrito que lhe desagrade.
Quer seja no trabalho ou no folguedo,
Não faças nada que te envergonhasse,
E nunca sigas rumo em que, com medo,
Evites encontrá-Lo, face a face.

O grande filósofo Kant, já dissera há muito tempo, que um lema tem uma importância extraordinária na vida do homem. Eis as suas palavras:
“Todo ato de vontade é o produto de um lema expresso ou subentendido, consciente ou inconsciente”.

Personagens Bíblicos e Seu Lema


Na Bíblia encontramos personagens que pautaram sua vida por lemas inspiradores.

a) O primeiro que merece nossa consideração é o de José.

Ele está relatado em Gênesis 39:9, última parte:

“Como, pois cometeria eu tamanha maldade e pecaria contra Deus?”
Sua divisa foi ser fiel e puro.

A palavra de José revela o poder do princípio religioso.

Sua fé e integridade foram experimentadas por grandes provas, mas ele saiu vitorioso. Por que? Porque ele tinha uma diretriz firme e inabalável.

b) Calebe, depois que visitou a terra de Canaã apresentou o seu depoimento, que pode ser classificado como o seu lema, ou melhor o objetivo que tinha em vista.

“Subamos, e possuamos a terra, porque certamente prevaleceremos contra ela”. Núm. 13:30.

c) Josué 24:15 “Eu e a minha casa serviremos ao Senhor”.

d) Dentre todas as divisas relatadas na Bíblia nenhuma talvez mais sugestiva do que a de Ester.

“Irei e perecendo pereço”. Ester 4:16.

e) No livro de Rute 1:16 encontramos a sua extraordinária determinação, e não faremos nenhuma violência ao texto se o apresentarmos como o seu lema.

f) Cristo quando de sua estada nesta Terra também adotou um lema extraordinário, e toda a sua vida terrestre foi uma conseqüência deste lema:

“Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”.
Não apenas este foi o seu lema, mas Ele sugere que seja adotado por nós.

g) Dentre tantas citações de Paulo qual achais que seria o seu lema? Sem precisar pensar muito colocaria este.

“Para mim o viver é Cristo”. Fil. 1:21.

Todos nós conhecemos esta passagem, mas já pensamos bem na sua profundeza, nas lições maravilhosas que ela encerra, no elevado significado que tinha para ele e que pode ter para nós?

Nesta passagem temos o segredo para a frutuosa vida cristã que Paulo levou. Notai primeiro que Paulo sabia qual o alvo que tinha em vista, por isso nenhuma dúvida ou incerteza o perturbava. 

Saber o que se quer é a primeira condição para o sucesso. Diz a Bíblia que o homem que tem espírito repartido é inconstante em todos os seus caminhos. Tiago 1:8.

Nada de importante se faz, prezados jovens, sem que se tenha em vista um alvo fixo.

Permiti perguntar-vos: Sabeis o que quereis? Se perguntássemos aos moços aí fora, quem sabe teríamos respostas como as seguintes:

Para nós o viver consiste em divertir-nos.
Uma segunda classe afirmaria: para nós o viver consiste em ganhar dinheiro.
Um terceiro grupo, mais diminuto, talvez respondesse: nossa ambição é dominar o mundo, mandar em nossos semelhantes.

Notai bem que todas estas classes vivem para si mesmas. O libertino, o avarento, o ambicioso, todos sob formas diversas dão culto a si mesmos, vivem só para si. Que diferença com o apóstolo Paulo que vivia para Cristo!

Lema é uma palavra muito familiar entre nós, pois todos os anos as turmas que se formam saem para a vida prática sob a inspiração de um lema.
Dentre os lemas adotados há alguns que nos chamam a atenção pela profundidade de seus pensamentos.

Lamentável também é pensarmos, que muitos dos formandos, pouca atenção deram na vida prática às lições profundas que seus lemas procuravam inspirar.
Alguns lemas dos teologandos:

Tudo pelo Mestre;
Lutar é Vencer;
Em Deus faremos proezas;
Com Cristo Venceremos;
Amor, Trabalho e Sacrifício;
Cristo à nossa Geração;
Consumir-se iluminando.
Os contadores de 1945 tiveram como lema:
Trabalho, Perseverança e Honestidade.
Os normalistas apresentaram lemas não menos sugestivos:
Educar para a Eternidade;
Viver para Educar.

Os ginasianos tiveram preferência pelos lemas em latim.
Ad Augusta per Angusta, que traduzido significaria – A Resultados sublimes por Veredas Estreitas.

A minha turma do ginásio, escolheu este lema:

“Luceam dum peream” – Brilharei ainda que pereça.

Hoje, depois que 40 anos se passaram, com efeito muitos ginasianos de 42 acabaram brilhando. Se você não acreditar pense nos seguintes: Enoch de Oliveira, Nevil Gorski, Orlando Ritter, Honório Perdomo, Mário Roque, Dr. Geraldo Lietzke, Dr. Edgard Berger, Paulo Bork.

Quero concluir com a sugestão de que cada jovem deste Colégio, escolha um lema e que este vos ajude a alcançar o alvo que tendes proposto em vossa vida.
Após alcançar alvos materiais e intelectuais o meu desejo é que a nossa vida se resuma nesta síntese maravilhosa do apóstolo Paulo:

“Para mim o viver é Cristo”.


Autor: Pedro Apolinário 

Sobre Weleson Fernandes

Weleson Fernandes
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

A IMORTALIDADE DA ALMA

  INTRODUÇÃO: Gên. 3:4.1. ” Mediante os dois grandes erros – a imortalidade da alma …

A ATRAÇÃO DA CRUZ DE CRISTO

  INTRODUÇÃO: Os méritos da cruz de Cristo oferecidos aos pecadores. 1. Completa a eterna …

A MISSÃO DA IGREJA

  INTRODUÇÃO: S. Mat. 28:19-20 1. “A igreja foi organizada para servir, e sua missão …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: