Quando a perda é ganho

Então, lhes recomendou: Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza; porque a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui. Lucas 12:15.

Um dos aspectos marcantes dos ensinos de Cristo, é a freqüência e ênfase com que Ele repreendia o pecado da cobiça e indicava o perigo das aquisições mundanas e o desordenado amor do ganho. … Quando a cabeça e as mãos estão constantemente ocupadas em planejar e trabalhar para acumulação de riquezas, são esquecidos os direitos de Deus e da humanidade.

Os meios são valiosos e desejáveis. São uma bênção, um tesouro precioso quando prudente e sabiamente empregados, sem deles se abusar. … Uma vez que os mortais têm corpo e cabeça e coração aos quais se devem prover, importa que se tomem providências para o corpo a fim de manter a devida posição no mundo. Não para satisfazer as normas do mundo — oh! Não, verdadeiramente não; mas para exercer no mundo influência para o bem. …

A carência e a penúria são males a serem temidos; mas a fome e a nudez, falta de lar, de simpatia, e mesmo o morrer à míngua, são mais desejáveis do que sacrificar um princípio da verdade. Seja nutrida a verdade eterna, pois é imortal. Se a tornarmos parte de nós mesmos, obteremos certamente glória imperecível e riquezas eternas. …

Caso o Senhor não vos tenha concedido capacidade para adquirir recursos com perfeita retidão e integridade, então Ele nunca pretendeu que os tivésseis, e melhor vos é submeter-vos à vontade de Deus. … O infinito Criador é o possuidor de todas as coisas. Qualquer prejuízo que tiverdes de sofrer em vosso concerto com Ele é infinito ganho na vida futura, imortal, mesmo que não seja plenamente avaliado nesta vida. …

Contemplai as glórias do firmamento. Olhai para cima, às gemas de luz que, qual precioso ouro, cravejam os céus. … Não pode Ele, que estende no alto esta gloriosa cobertura, que, viessem a ser varridos o Sol e a Lua e as estrelas, os poderia chamar de novo à existência, em um instante, — não pode Ele galardoar os Seus servos fiéis, leais, que Lhe seriam obedientes ainda que perdessem a riqueza, a honra, ou mesmo um reino por amor dEle?

Ellen G. White, Nossa Alta Vocação, pág. 189.

Sobre Weleson Fernandes

Weleson Fernandes
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

O que Ellen White diz sobre o jogo de Xadrez, Cartas Damas e Dominó

  Há muitas consultas com relação de qual seja a atitude da senhora White diante …

Qual a base Bíblica do Dom Profético de Ellen White?

A Igreja Adventista do Sétimo Dia advoga o dom de profecia como válido nestes últimos …

O GRANDE CONFLITO: A História por traz do livro

História do Livro “O Grande Conflito”A. Introdução — Gen. 3:15; Apoc. 12:9-10a. Quando respondemos à …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: