Sermão III: A PEDRA DO CÉU

 

INTRODUÇÃO


No nosso último estudo, analisamos o capítulo 2 do livro de Daniel, no qual aparece o sonho do rei Nabucodonosor – aquela grande estátua que simbolicamente representa a História deste mundo, desde os dias do Império Neo-Babilônico até o fim da História, com a implantação do reino de Deus, representado no sonho pela “pedra . . . cortada sem auxílio de mãos” (v. 34), que esmiuçou totalmente a estátua. Esse reino será um reino eterno e “não será jamais destruído” (v. 44).

E hoje nós vamos analisar particularmente o simbolismo dessa Pedra, “cortada sem auxílio de mãos” (v. 34). Isto é, não por vontade humana, mas pela intervenção divina na história, através da vinda pessoal e visível do Seu Filho Jesus Cristo, que virá para salvação e juízo.

I – A CERTEZA DA SEGUNDA VINDA DE CRISTO


A – A Identificação Cristológica da Pedra.

a) Muitas pessoas, baseadas na declaração de Cristo que encontramos em S. Mateus 16:18 – “Eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a Minha igreja. . . “, pensam que a pedra representa o apóstolo S. Pedro.

b) Mas o próprio apóstolo S. Pedro afirma que a pedra, sobre a qual seria edificada a igreja cristã, é Cristo, e não ele mesmo:

– I Ped. 2:3-8
– Atos 4:11 e 12 (Pedro no seu discurso perante o Sinédrio)

c) E o apóstolo S. Paulo acrescenta:

– Efésios 2:20

– I Cor. 3:11

d) E esta mesma pedra (Cristo) é representada no sonho do cap. 2 de Daniel, como vindo para destruir a grande estátua (os reinos deste mundo). Isto não ocorreu por ocasião da 1ª Vinda de Cristo; portanto, é necessário uma 2ª Vinda, para que isto ocorra.

B – As Promessas de Cristo

a) O próprio Cristo prometeu voltar:
– João 14: 1-3

b) Essa gloriosa promessa tem acendido no coração dos cristãos de todos os séculos a bendita esperança da volta de Cristo! …

C – O Testemunho do Novo Testamento

a) No Novo Testamento a esperança da volta de Cristo tornou-se um dos temas predominantes – cerca de 318 textos fazem alusão a esse glorioso evento.

b) Os apóstolos juntamente com os primeiros cristãos lançaram-se ardorosamente na proclamação do evangelho, na esperança de verem concretizada esta esperança.

c) E o próprio apóstolo S. Paulo declara que “a coroa da justiça. . . está guardada. . . a todos quantos amam a Sua vinda” (II Tim. 4:8).

– “Amar a Sua vinda”, que bendita e gloriosa esperança!…

II – A NATUREZA DA 2ª VINDA DE CRISTO


1º) Ele virá “em corpo” (Atos 1:9-11)

– Porque Ele ressuscitou e ascendeu ao céu de forma corpórea (Luc. 24:38-40).
– Na verdade, “Cristo foi arrebatado de nós em Sua presença física. Mas até mesmo essa Sua presença física nos será restaurada.” (CHAMPLIN, Russell Norman. O Novo Testamento Interpretado, vol. 4, p. 183).

2º) Sua vinda será vista por todos (Apoc. 1:7; Mat. 24:30)

– Apoc. 1:7 diz que “todo olho O verá” e alguns cristãos têm afirmado que esse “olho” significa o “olho da fé”, isto é, que a 2ª Vinda de Cristo seria uma vinda espiritual, sem ser vista com os olhos físicos.

– Mas essa idéia é totalmente infundada, porque o próprio texto menciona que Ele será visto até por aqueles que “O traspassaram”, e estes não criam nEle, portanto não tinham fé.

3º) Ele virá acompanhado por um grande séquito de anjos (Mat. 25:31)
– “… Todos os anjos com Ele…” (Mat. 25:31)

4º) Ele virá “com poder e grande glória ” (Luc. 21:27)

– Esta será a mais gloriosa cena que olhos humanos jamais presenciaram!

III – A 2ª VINDA DE CRISTO E O DESTINO DOS HOMENS


A Bíblia descreve a condição da humanidade por ocasião da 2ª Vinda de Cristo como dividida em duas classes apenas: aqueles que estarão eternamente salvos e os que estarão eternamente perdidos!. . .

A – Os Justos (Salvos)

a) A Bíblia descreve a indizível alegria dos justos, ao verem concretizar-se essa bendita esperança há muito acalentada:
– Isa. 25:9

b) Mas por que esse grupo será salvo? Também esta pergunta a Bíblia responde:

– Porque eles “lavaram suas vestiduras, e as alvejaram no sangue do Cordeiro.” (Apoc. 7:14)
 


– Eles eram “limpos de mãos e puros de coração” e “não entregaram a sua alma à falsidade.” (Sal. 24:4)

– Eles viveram com Cristo e o Céu no coração, e por isso o Céu lhes pertence! …
B – Os Ímpios (Perdidos)

a) A Bíblia descreve igualmente a indizível tristeza e agonia dos perdidos ao verem que se esvaíram os últimos raios da esperança de salvação:
– Apoc. 6: 16e 17

b) Mas por que este grupo não será salvo? Também a razão para isso a Bíblia apresenta:

– Porque eles não “buscaram em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça.” (Mat. 6: 33)
 


– Porque eles sabiam, mas não fizeram a vontade de Deus:

– Mat. 7:20-23

– Como eles não tinham a Cristo, nem estavam dispostos a tudo sacrificar por amor a Ele, o Céu não lhes pertence! . . .

– As oportunidades passaram. . . Eterna desdita.. . O Céu não lhes pertence porque o seu espírito não caracterizou a sua vida – ele não era uma realidade no seu coração! …

CONCLUSÃO


A História deste mundo, como representada na grande estátua do sonho do rei Nabucodonosor, caminha logo para o seu fim – provocado pela intervenção divina, representada pela grande pedra “cortada sem auxílio de mãos” (Dan. 2:34). Os ímpios serão por ela destruídos; mas os justos, a terão por refúgio e fortaleza (Sal. 46:1).

Meu prezado irmão, querida irmã. . . Se este evento ocorresse agora, qual seria a sua situação? . . . Nós seremos por ocasião da volta de Cristo o que somos agora, a menos que haja uma mudança no curso da nossa vida! . . . Não gostaria você que esta mudança ocorresse aqui e agora, nesta manhã?. . .

A Bíblia diz que “aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida.” (l João S: 12). Entregue seu coração totalmente a Cristo neste momento; pois “o Céu vale tudo para nós, e se o perdermos, tudo perderemos.” (Meditações Matinais, 1956, pág. 349).


Clique para abrir a lista com todos os SERMÕES DOUTRINÁRIOS AQUI.

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

A IMORTALIDADE DA ALMA

  INTRODUÇÃO: Gên. 3:4.1. ” Mediante os dois grandes erros – a imortalidade da alma …

A ATRAÇÃO DA CRUZ DE CRISTO

  INTRODUÇÃO: Os méritos da cruz de Cristo oferecidos aos pecadores. 1. Completa a eterna …

A MISSÃO DA IGREJA

  INTRODUÇÃO: S. Mat. 28:19-20 1. “A igreja foi organizada para servir, e sua missão …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: