A JUSTIFICAÇÃO PELA FÉ E O EVANGELHO ETERNO

 

INTRODUÇÃO:


Qual é o caráter do evangelho que a igreja remanescente foi chamada a pregar?
1. Apoc. 14:6.

2. O evangelho eterno. Ele nunca mudou. Sempre foi o mesmo. Desde a queda do homem, no Velho Testamento e na era apostólica e no período final da igreja e o evangelho sempre foi o mesmo.

3. Ele existiu ainda antes da queda do homem. Antes mesmo da fundação do mundo. Efés. 1:4; I Pedro 1:19 – 20 – DTN, págs. 17, 18, 758, 759, 797, 798.

4. Ao longo da Bíblia podemos achar repetidas vezes e através de figuras diversas a mensagem eterna de que o ser humano precisa de um substituto para ser salvo.


(1) O Cordeiro morto para preparar vestes e cobrir a nudez de Adão e Eva. Gên. 3:21.
(2) O Cordeiro oferecido por Caim. Gên. 4:4.
(3) O Cordeiro substituto de Isaque no Monte Moriá. Gên. 22:13.
(4) José vendido por seus irmãos para salvar mais tarde sua família inteira.

(5) O Cordeiro Pascoal e o sangue pintado na porta para defender os primogênitos.
(6) A serpente de bronze no deserto, etc.

5. São Paulo admoesta contra todo aquele que traz outro evangelho. Sal. 1:11 – 12.

I. Em que consiste basicamente a Mensagem do Evangelho Eterno?

1. A necessidade de um substituto para salvar o homem. Ele pecou e deve morrer. Mas Ele não quer morrer. Logo, alguém tem que morrer para poder viver. Esse alguém é Cristo. E agora o homem se salva pela fé na morte de Crista. Heb. 11:4; 9:22.

2. Abraão recebeu também este concerto eterno. Gên. 12:3; Gên. 3:8 (ler os dois textos juntos) PP 384, 385.

3. A verdade evangélica de Deus dada aos patriarcas e renovada a seguir com o antigo Israel, foi essencialmente um concerto de justificação de graça mediante a fé. 

Ellen White esclarece isso no capítulo a “Lei e os Concertos” em seu livro Patriarcas e Profetas, págs. 363-373. Suas conclusões baseadas nas Escrituras estão resumidas nas seguintes citações:

 

“O concerto da graça foi feito primeiramente com o homem no Éden, quando, depois da queda, foi feita uma promessa divina de que a semente da mulher feriria a cabeça da serpente. A todos os homens este concerto oferecia perdão, e a graça auxiliadora de Deus para a futura obediência mediante a fé em Cristo. Prometia-lhes também vida eterna sob condição de fidelidade para com a lei de Deus. Assim receberam os patriarcas a esperança da salvação.” – PP 370. “Cristo era o fundamento e centro do sistema sacrifical, tanto da era patriarcal como da judaica. … Adão, Noé, Abraão, Isaque, Jacó e Moisés compreenderam o evangelho. Esperavam a salvação por meio do Substituto e Fiador do homem.” – PP, 366.

 

II Qual é o Resultado Automático da Mensagem de Justificação Pela Fé?
1. Apoc. 14:7 – O mensageiro angélico insta com todos os habitantes da terra a adorarem a Deus como seu Criador no temor do Senhor, a fim de dar-lhe a glória que somente Ele merece.

2. É importante considerar esta exortação para adorar o Criador não como algo adicional ao evangelho, mas como a verdadeira intenção e propósito do evangelho eterno.

3. O Evangelho libera o pecador da escravidão do pecado a fim de deixá-lo livre para o serviço e o louvor de seu Criador e Redentor.

4. A verdadeira adoração sempre foi o ponto de conflito entre Cristo e Satanás. Mat. 4:10; Lucas 4:7. 

A mensagem do terceiro anjo encerra o conflito perene sobre a adoração na história da redenção, admoestando a cada indivíduo contra a adoração da besta e a sua imagem. Apoc. 14:9.

5. Noutras palavras o resultado automático da mensagem do evangelho eterno é uma vida de verdadeira adoração de acordo com a Palavra de Deus.

CONCLUSÃO


1. Apelo à verdadeira adoração como resultado da justificação pela fé.

Leitura Auxiliar


1. Livro Fé e Obras de E.G. White
2. Apostila: Justificação, Santificação, Glorificação, de Hans K. LaRondelle

 


Veja aqui a lista de temas das DOUTRINAS BÍBLICAS.

 

 

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

A ATRAÇÃO DA CRUZ DE CRISTO

  INTRODUÇÃO: Os méritos da cruz de Cristo oferecidos aos pecadores. 1. Completa a eterna …

A MISSÃO DA IGREJA

  INTRODUÇÃO: S. Mat. 28:19-20 1. “A igreja foi organizada para servir, e sua missão …

QUE O LAR SEJA REALMENTE UM LAR

  INTRODUÇÃO 1. No plano divino da criação deste mundo, o estabelecimento do lar estava …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: