MEIOS DE COMUNICAÇÃO ENTRE DEUS E O HOMEM

 

INTRODUÇÃO:

 

Amós 3:7; Heb. 1:1 e 2

1. Não pode haver mensageiro sem mensagem, como não pode haver mensagem sem mensageiro e muito menos haver mensagem sem meios de comunicação.

2. Se a comunicação entre os seres humanos é indispensável e importante, quanto mais o é entre o Criador e a criatura, o Divino e o humano.

a) Aquele aproxima os homens e torna o mundo melhor ou pior; esta aproxima o homem de Deus e torna-o mais humano e divino.

3. Os meios de comunicação do mundo atual são modernos, sofisticados, e de resultados passageiros. Os divinos são antigos, simples e de resultados eternos.

4. Visando o bem-estar do homem em todos os sentidos, sua comunhão com o Céu e a sua salvação pessoal, meios de comunicação entre o Criador e a criatura foram usados.

I. MEIOS DE COMUNICAÇÃO – ANTES E PÓS-PECADO


1. Como Deus se comunicava com o homem antes do pecado? (Gên. 2:23; 3:8) (Ver caps. 2 e 3).

a) “De face descoberta contemplava a glória do Senhor, e falava com Deus, e Crista e seus anjos, no Paraíso, sem o atenuante véu de permeio”. Int. Espírito de Profecia, Vol. 1:7.

2. O que se interpôs entre Deus e o homem após o pecado?
Gên. 3:8-10; Efés. 2:14.

a) Quando o homem caiu em pecado, o meio de comunicação foi quebrado, e se formou uma parede de separação entre Deus e homem.

3. Que provas temos que Deus sempre esteve interessado em Se comunicar com o homem, mesmo após o pecado? Gên. 3:7-8; 4:6-7; 6:13; 7:1; 9; 21.

4. Através de quem Deus procurou comunicar-Se com os homens?

a) Por meio de profetas. Gên. 20:1-7.

b) Por vezes, por meio de sacerdotes. Gên. 14:18.

c) Por meio de anjos. Gên. 16:7-16 (ver 11 Crôn. 36:15; 11 Ped. 1:21).

d) Através do poder do Espírito Santo, homens foram habilitados para se tornarem “instrumentos divinos” para comunicar a Verdade de Deus ao mundo.

II. OS NOMES OU TÍTULOS DOS INSTRUMENTOS DE DEUS


1. Por que nomes e títulos eram chamados?

(1) Profeta – I Sam. 9:9.
(2) Filho do homem, ou vidente – II Crôn. 16:7
(3) Mensageiro (anjo) – Mal. 3:1
(4) Embaixador (mensageiro) – Ageu 1:13
(5) Porta-voz – Êxodo 4:16
(6) Conservo – Apoc. 22:9; 19:10
(7) Servo de Deus – I Crôn. 6 :49
(8) Homem de Deus – I Sam. 9:6; 1 Ped. 1:21
(9) Atalaias – Isaías 52:8

2. Não importa o nome ou o título pelo qual eram chamados ou conhecidos, o que importa é que eram “reconhecidos como ensinadores divinamente designados”.

a) “Na alta acepção da palavra, o profeta era alguém que falava por direta inspiração, comunicando ao povo as mensagens de Deus”. Educação, pp. 45-46.

3. Que conselhos há na Bíblia sobre o cuidado que se deve ter a respeito de “pretensos” profetas? I Tess. 5:20-21; Mat. 24:24; I João 4:1.

a) Espera-se e é lógico que onde existe o verdadeiro, é provável haver o falso; onde há o genuíno, há a imitação; onde há trigo, há também o joio. (Mat. 13:24-30).

4. Como alguém era chamado para o oficio de profeta? Heb. 5:4.

a) É Deus Que sabe o que quer, quando, onde o por que o quer e a qualquer tempo que julgar útil. Amós 7:14-15; Isa. 6:6-8.

b) A escolha independe da vontade humana e esta vocação não Vem por medidas ou resoluções tomadas por comissões ou idealizações humanas.

c) A escolha independe de laços familiares, cultura, raça, cor ou posição social. É Deus que escolhe, chama e separa. I Tim. 1:1; II Tim. 1:1; Gál. 1:1; Rom. 1:1.

III. DENOMINAÇÃO DAS MENSAGENS DOS PROFETAS E SEU PROPÓSITO


1. Que vários nomes são usados para designar as mensagens “faladas” ou “escritas” pelos profetas?

(1) A mensagem do Senhor – Ageu 1:13
(2) Conselho – Isa. 44:26
(3) Palavra de Deus – I Sam. 9:27; I Reis 12:22
(4) Profecia ou Profecias – II Crôn. 9:29;15:8; 1 Cor. 13:8
(5) Peso – Jer. 23 :33 e 38; Isa. 13:1 e 15:1
(6) Testemunhos – II Reis 17:15; Núm. 9:34.

2. A expressão “testemunho” ou “testemunhos” tem o significado de “desígnios” ou “intenções”.

3. A expressão “testemunho de Jesus” é usada apenas três vezes em toda a Bíblia. Apoc. 12:17 e 19:10.

a) O seu significado encontra-se no último texto que quer dizer: “O ESPÍRITO DE PROFECIA”.

4. A Igreja Adventista do 7º Dia, aceita a Bíblia toda, de Gênesis 1:1 a Apocalipse 22:21, bem como em Sua Palavra, como uma revelação ou “intenções” ou vontade, como são reveladas por meio dos profetas.

5. Ela crê que os “dons” divinos são úteis e proveitosos atual mente como o foram nos tempos apostólicos.

CONCLUSÃO


1. Antes e depois do pecado, Deus sempre proveu meios de se comunicar com o homem, visando a sua comunhão com Ele e para salvá-lo.

2. Escolheu, chamou e separou homens como “instrumentos divinos” para transmitir Sua Palavra e a Sua vontade à suas criaturas.

3. No Plano divino da salvação do homem, a parede de separação foi “derribada”, e o meio de comunicação “restaurado” pela morte do Salvador Jesus.

4. A ponte foi construída entre o Céu e a Terra – sobre o abismo do pecado – através da Cruz do Calvário.

 


Veja aqui a lista de temas das DOUTRINAS BÍBLICAS.

 

 

Sobre Weleson Fernandes

Weleson Fernandes
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

A IMORTALIDADE DA ALMA

  INTRODUÇÃO: Gên. 3:4.1. ” Mediante os dois grandes erros – a imortalidade da alma …

A ATRAÇÃO DA CRUZ DE CRISTO

  INTRODUÇÃO: Os méritos da cruz de Cristo oferecidos aos pecadores. 1. Completa a eterna …

A MISSÃO DA IGREJA

  INTRODUÇÃO: S. Mat. 28:19-20 1. “A igreja foi organizada para servir, e sua missão …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: