O Caminho para a Santidade

 

Introdução:


1. Ler Rom. 5:20 e 6:1-4…
2. Baseado em Rom. 5:20 alguém poderia dizer: “Bem, se a graça
foi mais abundante do que o pecado, por que não continuarmos
pecando para dar á graça divina a oportunidade de tornar-se
abundante ao máximo?”
3. Esta não é uma objeção inteiramente hipotética pois, sempre tem
havido gente que insiste em que este é o resultado do ensino de
Paulo sobre justificação pela fé.
4. E desafortunadamente em cada geração, existem pessoas que se
apresentam como justificadas pela fé, mas agem de molde a
emprestar colorido a essa idéia.


I. UM NOTÁVEL EXEMPLO HISTÓRICO PODE-SE VER NO MONGE RUSSO RASPUTIN,.O GÊNIO MAU DA FAMÍLIA ROMANOV EM SEUS ÚLTIMOS ANOS DE PODER.


A. Rasputin ensinava e exemplificava a doutrina da Salvação mediar,e
repetidas experiências de pecado e arrependimento.
1. Sustentava que, como os que pecam mais requerem mais perdão,
o pecador que continuava a pecar despreocupadamente, desfruta
cada vez que se arrepende, maior porção da graça perdoadora do
que qualquer pecador comum.
2. Alguns dos convertidos por meio de Paulo deram-lhe muito
motivo para preocupação precisamente sobre este ponto.


II. “QUEM QUER QUE POSSA ARGUMENTAR DESSE JEITO”, DIZ PAULO, “MOSTRA QUE NÃO COMEÇOU A COMPREENDER O EVANGELHO. A VIDA NO PECADO NÃO PODE COEXISTIR COM A MORTE PARA O PECADO”.


A. Mas o que Paulo quer dizer com esta “morte para o pecado”?
1. “Ouçam”, diz ele; “vocês não se lembram do que aconteceu
quando foram batizados?”
2. Mas, o que acontece quando os crentes recebem o batismo?
a. Isto, diz Paulo: “Sua vida anterior acaba-se; tem começo uma
nova vida”.
b. São de fato “enterrados” com Cristo quando são imersos na
água batismal, como sinal de que morreram no que diz respeito
á sua vida antiga…
c. Ressuscitam com Cristo quando saem da água, como sinal de
que receberam nova vida, que é nada menos do que a
participação na vida e ressurreição de Cristo.
d. Há certas semelhanças entre a morte física e a morte para o
pecado.
e. Na morte a pessoa está inconsciente.
f. No sentido espiritual isto também é verdade.
g. Vivemos no mesmo mundo em que vivíamos antes de
morrermos para o pecado, todavia o ambiente pecaminoso não
tem sobre o homem interior o poder que tinha outrora, pois ali
se firmou uma nova vida, uma nova natureza.
3. “Permaneceremos no pecado, para que seja a graça mais
abundante?”, indaga o apóstolo Paulo.
a. Mas como podem permanecer no pecado, se a vida que agora
vivem, mesmo enquanto ainda num corpo mortal, é a vida que
passam a ter pela união com Cristo?


III. ENTRETANTO, COMO ISSO FUNCIONA NA PRÁTICA?


A. “Submetam-se a Deus”, é o que Paulo diz; “apresentem a Ele os
seus corpos como instrumentos para a execução da Sua vontade”.
Sermões Especiais para Dias e Ocasiões Especiais 96
1. “Antes vocês eram escravos do pecado, mas suas velhas relações
com o pecado foram rompidas – e rompidas irrevogavelmente,
pela morte.”
2. “Que morte?”
a. “Sua morte com Cristo.”
b. “Agora vocês estão unidos a Ele pela fé.”
c. “Se vocês se considerarem como tendo morrido com Ele em
Sua morte, e tendo ressuscitado com Ele em Sua ressurreição
para uma nova vida, o pecado não mais terá domínio sobre
vocês.”
3. Pois, quando o cristão faz seus votos batismais, é-lhe prometido
auxílio divino.
a. O Pai, o Filho e o Espírito Santo estão prontos a trabalhar em
seu favor.
b. Deus põe á sua disposição os recursos celestes, para que ele
seja
vitorioso.
c. Sua própria força é pequena…
d. Deus, porém, é onipotente, e é seu Ajudador.
e. Diariamente deve ele levar suas necessidades ao trono da
graça.
f. Por fé e confiança, aproveitando os recursos providos, ele pode
ser mais que vencedor.

 


Conclusão:

 


1. Sim, nós que morremos para o pecado, devemos crescer
diariamente na vida espiritual.
2. Contudo, havemos de falhar muitas vezes em nossos esforços por
copiar o modelo divino – Cristo Jesus.
3. Muitas vezes havemos de prostrar-nos em pranto aos pés de
Jesus, por causa de nossas faltas e erros.
Sermões Especiais para Dias e Ocasiões Especiais 97
4. MAS NÃO DEVEMOS DEIXAR QUE O DESÂNIMO NOS
DOMINE.
5. Cumpre orar mais fervorosamente, crer mais plenamente, E DE
NOVO TENTAR, com mais constância, crescer na semelhança
de nosso Senhor.
6. Certa vez um soldado, que havia participado de uma violenta
batalha, correu ao general para lhe dizer que haviam capturado
um canhão.
7. Fitando o soldado com um olhar encorajador o general
respondeu: “Muito bem, tomem mais dois”…
8. Do mesmo modo, nossa vida espiritual após o batismo deve ser
uma sucessão de conquistas, uma após outra…
9. E se houver fracasso no esforço, temos um Advogado para com o
Pai, Jesus Cristo, o Justo, e nos reergueremos e tomaremos “mais
dois”…

 

Veja aqui a lista de todos os SERMÕES PARA OCASIÕES ESPECIAIS.

 

 

Sobre Weleson Fernandes

Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

A IMORTALIDADE DA ALMA

  INTRODUÇÃO: Gên. 3:4.1. ” Mediante os dois grandes erros – a imortalidade da alma …

A ATRAÇÃO DA CRUZ DE CRISTO

  INTRODUÇÃO: Os méritos da cruz de Cristo oferecidos aos pecadores. 1. Completa a eterna …

A MISSÃO DA IGREJA

  INTRODUÇÃO: S. Mat. 28:19-20 1. “A igreja foi organizada para servir, e sua missão …

Deixe uma resposta

×

Sejam Bem Vindos!

Sejam bem Vindo ao Portal Weleson Fernandes !  Deixe um recado, assim que possível irei retornar

×
%d blogueiros gostam disto: