ORIGEM, INSPIRAÇÃO E PROPÓSITOS DA BÍBLIA

 

INTRODUÇÃO:

As Escrituras Sagradas possuem em si mesmas a prova de sua origem, bem como de seu propósito.

1. Nenhum outro livro é capaz de responder as perguntas do espírito e de satisfazer os anseios do coração como a Bíblia.

2. Seu conhecimento ilumina o espírito, santifica a alma e purifica o coração.

I. Qual a Origem e Inspiração da Bíblia?


1. O apóstolo Paulo afirma de maneira clara que “toda a escritura é divinamente inspirada”. II Tim. 3 :16

a) Aí está evidenciado de maneira clara que a Bíblia é de origem divina e não humana.

b) A expressão “divinamente inspirada” evoca a origem e a maneira com que ela foi dada.

2. Como o apóstolo Pedro acrescenta outros elementos que fortalecem o assunto? II Pedro 1:21.

1. Ele diz que a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os homens da parte de Deus, falaram movidos pelo Espírito Santo.

a) Sobre a origem da Bíblia ou parte dela, a expressão “nunca” elimina qualquer idéia ou pensamento de alguém ter participado em sua origem.

b) A “vontade de homem” ou a sua participação nesse sentido (na origem) não foi exercida.

c) As palavras “. . . mas os homens da parte de Deus . . .” indicam escolha, seleção, para fazê-lo.

– “Deus foi servido em comunicar Sua verdade ao mundo por intermédio de agentes humanos . . .” C.S. (Ed. Antiga) pág. 8.

– “O tesouro foi confiado a vasos terrestres, sem, contudo, perder coisa alguma de sua origem celestial. ” Idem 8 – 9.

4. Que nomes são dados a esses “agentes humanos” ou “vasos terrestres”?

a) E o Senhor Deus . . . falou-lhes . . . por intermédio de seus mensageiros. II Crôn. 36:15.

b) “Eis aqui o meu servo . . . o meu escolhido. . .” Isa. 42:1; Tiago 1:1.c) “Homens santos de Deus” – II Pedro 1:21.

d) “Deus falou a Moisés como a um amigo. . . Êxo. 33:11 e II Crôn. 20:7.

e) “. . . Meus ungidos. . . e. . . meus profetas”. l Crôn. 16:22.

5. De acordo com Isa. 38:1; Jer. 1:1, Obadias 7, Jonas 1:1 e II Pedro 1:21, a fonte ou origem das mensagens procedidas de Deus e através de quem os agentes falavam ou escreviam? Ler os textos acima.

a) Falavam movidos e inspirados pelo Espírito Santo. II Pedro 1:21; II Sam. 23:2 ; Atos 1:16.

b) “Por meio de Seu Espírito Santo habilitou e capacitou homens para fazerem essa obra. Guiou a mente na seleção do que falariam ou escreveriam.” C. S, pág. 8 e 9 (ed. antiga)

c) A 3º pessoa da Trindade, o Espírito Santo foi o agente divino para inspirar, capacitar, dar e transmitir as mensagens de Deus, aos profetas.

d) Daí a força do significado das palavras de Pedro . . . “nunca foi produzida por parte de homem algum”. . .

6. Podia o profeta mudar a mensagem de Deus segundo os seus interesses? Num. 22:18; 23 :26.

a) Há no passado exemplos claros de como Deus agiu quando sua expressa vontade não foi cumprida. II Sam. 7:1-13; Núm. 22:32-25.

7. Qual a única parte da Bíblia que Deus não permitiu que os profetas escrevessem ? Êxo. 31:18; Deut. 4:12 e 13 ; 9:10.

a) Os Dez Mandamentos foram pronunciados pelo próprio Deus e, por sua própria mão foram escritos. São de redação divina e não humana”. C.S. 7 e 8 (ed. antiga).

8. Daí a razão de toda a Bíblia ser um todo maravilhoso e harmonioso. Embora escrita por vários autores (40) em épocas diferentes (1.600 anos) a origem das mensagens sempre foi a mesma.

a) “Uma mesma mente inspira o livro todo; uma mesma voz fala em todo ele. É a voz de Deus falando com poder de ressurreição”. H. L. Hastings, Will The Old Book Stand pág. 22.

9. Apenas alguns exemplos para provar o que só Deus pode fazer. Prever e profetizar algo antes de acontecer.

a) Os judeus seriam espalhados por todas as partes da terra. Ver em Deut. 28:25. Pergunta-se: onde no mundo, que não há judeu hoje?

b) Os judeus comeriam os seus próprios filhos. Deut. 28:53, cumpriu-se? II Reis 6:25 – 29.

c) A destruição do templo de Jerusalém foi profetizada. Mat. 24:2. Cumpriu-se no ano 70 AD com o general Tito.

d) Mudança dos “tempos e a lei”. Dan. 7:25.

“Se ela (Igreja Católica) não tivesse tal poder. . . não teria podido substituir a observância do Sábado, o sétimo dia da semana, pelo do domingo, o primeiro dia da semana, mudança para a qual não existe autoridade escriturística”. Stephen Kumamm, A Doctrinal Catechism, pág. 174.

II. Quais os Propósitos da Bíblia?


l. Revelar ao homem todo o conhecimento à sua salvação. Ei-los:

a) Desdobrar as cenas do grande conflito entre a verdade e o erro.

b) Revelar os ardis de Satanás e os meios para vencê-lo.

c) Origem e solução satisfatória do milenar problema do mal ou do pecado.

d) Revelar a justiça e o caráter de Deus em todo o seu trato com suas criaturas.

e) Mostrar a natureza santa, imutável, de Sua lei.

f) Revelar ao homem as promessas de um mundo melhor – o Paraíso restaurado.

2. Que faz a Bíblia pelo homem? II Tim. 3:16, 17.

a) É proveitosa para ensinar, redargüir, corrigir e instruir.

b) Para que o homem de Deus seja perfeito (alvo)

c) Dá ao homem a razão da esperança porvir – 1 Pedro 3:15.

d) Proporciona alegria e consolo. Hab. 3:18; Mat. 5:4.

e) Como lâmpada ilumina o caminho para os pés do viajor. Sal. 119:105.

f) Dá ao pecador certeza do perdão de seus pecados. Isa. 43:25; 1:18; Miq. 7:19; 1 João 1:9.

g) Dá poder para não pecar. Sal. 119:11.

3. Revelar Cristo ao pecador – eis o Supremo Propósito da Bíblia.

a) De quem Moisés e os profetas escreveram? João 1:45

b) Em que época e circunstância surgiu a primeira promessa de um Redentor? Gên. 3:15.

c) Como os profetas Isaías e Miquéias profetizaram a respeito da mãe e do lugar do cumprimento dessa promessa? Isa. 7:14; Miq. 5:2, Mat. 2:4-5; Luc. 2:11.

d) O meio de alcançar a vida eterna. Testificam de Jesus. João 5:39; Atos 4:12.

e) Mostrar a maneira tocante, convincente da vida, sofrimento e morte do Salvador. Isa. 53; Fil. 2:5-11.

f) Apresentar ao pecador a opção de escolha “Que farei de Jesus”. Mat. 27:22.
g) Aconselhar o pecador o que escolher e quando fazer. Deut. 30:19; II Cor. 6:2.

CONCLUSÃO


1. Deve ser aceita porque é de origem divina e, como tal é a única verdade, a única regra de fé segura, de toda doutrina e de toda a vida.

2. É a única palavra que “subsiste eternamente”. Isa. 40:8.

a) “O império dos césares passou;
As legiões de Roma jazem no pó;
As avalanches de Napoleão se desfizeram;
O orgulho dos Faraós foi abatida;
Mas a Palavra de Deus ainda sobrevive.
A tradição cavou para ela uma sepultura:
A intolerância para ela acendeu muitas fogueiras;
Muitos Judas a têm traído com um beijo;
Muitos Pedros a têm negado com juramento;
Muitos Demas a têm abandonado;
Mas a palavra de Deus ainda permanece”. The Bible Year. pág. 9.

3. Deve ser lida diariamente com o propósito de satisfazer a fome da alma.

a) Anda por todas as terras mas, ela penetra em todas as camadas da vida.

b) Os ímpios tremem ante seus ensinos e advertências, enquanto os feridos encontram o bálsamo para as suas dores e mazelas.

c) Ninguém será tão pobre ou tão triste que não mereça seu conforto.

d) Em última instância ela aponta “Aquele que é O CAMINHO, A VERDADE E A VI DA”. S. João 14:6.

4. Portanto “Buscai o Livro do Senhor, e lede”. Isa. 34:16.

Leitura Auxiliar:


1. Conflito dos Séculos, 7 – 9

2. Desejado Todas as Nações (Introdução Antiga), 360, 361

3. Testemunhos Seletos:
Vol. I – 510, 571, 253;
Vol. II – 205, 221, 413, 431, 432, 308, 305, 306, 429, 310;
Vol. III – 188, 189, 236, 238, 237.


Veja aqui a lista de temas das DOUTRINAS BÍBLICAS.

 

 

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

A IMORTALIDADE DA ALMA

  INTRODUÇÃO: Gên. 3:4.1. ” Mediante os dois grandes erros – a imortalidade da alma …

A ATRAÇÃO DA CRUZ DE CRISTO

  INTRODUÇÃO: Os méritos da cruz de Cristo oferecidos aos pecadores. 1. Completa a eterna …

A MISSÃO DA IGREJA

  INTRODUÇÃO: S. Mat. 28:19-20 1. “A igreja foi organizada para servir, e sua missão …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: