A Volta de Jesus e a constelação de Órion

Este tema está baseado nas 2 visões de EGW.

1ª visão em 1846 : EGW, Relata que viu “um Caminho aberto glorioso de luz no Céu”… Depois ela relata que: “Todos nós entramos na nuvem, e estivemos 7 dias ascendendo para o mar de vidro, aonde Jesus trouxe as coroas, e com Sua própria destra as colocou sobre nossa cabeça”. E ali os salvos entram na cidade Santa. (Primeiros escritos – Pag. 16).

2ª visão em 16 de dezembro de 1848: EGW, relata que viu: “Nuvens negras e densas subiam e chocavam-se entre si. A atmosfera abriu-se e recuou; pudemos então olhar através do espaço aberto em Órion, donde vinha a voz de Deus. A santa cidade descerá por aquele espaço aberto”. (Primeiros escritos – Pag. 41 ).

O que é essa abertura no céu?

Será mesmo que Órion é a porta do céu? 

Será que a Astronomia pode nos ajudar a entender a relação da visão em que EGW viu um espaço aberto em Órion com a volta de Jesus?

O que é Astronomia?

Astronomia é a ciência que trata do universo sideral e dos corpos celestes, com o fim de situá-los no espaço e no tempo e explicar sua origem e seu movimento.

“Pela fé compreendemos que o Universo foi criado por intermédio da Palavra de Deus e que aquilo que pode ser visto foi produzido a partir daquilo que não se vê”.(Hebreus 11:3)

E o que não conseguimos enxergar são Átomos e Moléculas. 

Átomo é o nome dado ao formador da matéria (tudo aquilo que ocupa espaço e possui massa). O átomo apresenta partículas (prótons, nêutrons e elétrons)

Então, resumindo tudo isso podemos dizer o seguinte:

Tudo que existe é formado por partículas chamadas de prótons, nêutrons e elétrons, essas partículas se unem e formam os átomos e os átomos se unindo formam as moléculas, ou seja, a matéria. 

E isto é a marca registrada de Deus, ou seja, são as digitais de Deus no universo.

Tudo no universo é formado por partículas, átomos e moléculas. o sol, a lua, as estrelas, você e eu, tudo o que está ao nosso derredor. 

Tudo é feito do que não enxergamos, os átomos.

E O QUE ÓRION? 

É uma constelação, uma nebulosa, que é conjunto de estrelas, e as principais estrelas de Órion são: Rígel, Betelgeuse, Bellatrix, Saiph, Alnitak, Alnilam e Mintaka, que são conhecidas como as três marias.

Nebulosa de Órion

 

São estrelas azuis de poderoso brilho, muito maiores que o Sol, e estão a cerca de 1.500 anos-luz da Terra.

A nebulosa de Órion M42 ou NGC 1976 é uma nuvem interestelar de poeira, hidrogênio, hélio e gases ionizados.

A nebulosa de Órion é de tamanho vasto, abrangendo tamanhos de até centenas de anos luz de diâmetro. É uma região de formação de outras estrelas.

A Nebulosa de Órion tem formação de gás, poeira e outros materiais, amontoam-se para formar massas maiores, nas quais atraem mais massas, e eventualmente se tornarão maciças o suficiente para se tornarem estrelas.

Ela fica a 1.500 anos-luz do nosso planeta.

ESCALA DE REFERÊNCIA: 1 ano luz é cerca de 10 Trilhões de Km. Assim levaríamos 15 Trilhões de Km para chegar a nebulosa de Órion.

O homem conseguiu viajar apenas há 64 mil km/h

Viajando a esta velocidade levaríamos 26 milhões de anos para chegarmos até a nebulosa de Órion ou o mesmo que 800 mil gerações humanas, para alguém chegar até lá.

No centro da nebulosa de Órion existe um grupo de estrelas chamadas de trapézio. 

Essas estrelas têm de 10 a 15 vezes o tamanho do sol, elas produzem ventos solares, criando uma pressão fazendo com que as nuvens, os gases se afastem de tudo que estar em volta dessas estrelas criando uma cavidade de aproximadamente 81 trilhões de km de profundidade.

Atrás da nebulosa de Órion tem outra nebulosa chamada de kl descoberta em 1967 e tudo isso não é exclusividade dela. 

Existem outras nebulosas em todas as outras constelações em qualquer parte da nossa galáxia. 

Esta cavidade de aproximadamente 81 trilhões de km de profundidade na nebulosa de Órion não é um buraco negro. 

O que é um buraco negro? 

Um buraco negro é uma estrela em colapso que ao atingir o auge de sua plenitude explode, perdendo todo a matéria ficando apenas o seu núcleo chamado de estrelas de newton, porque só existem newtons… 

Continuando a girar entrando cada vez mais em colapso criando um campo magnético como um dínamo, ou seja, um ímã que tem tanta força que atrai tudo em sua volta, até mesmo a luz.

Em outras palavras, se houvesse um buraco negro em direção de Órion ou perto de Órion ou em Órion tudo seria atraído para o centro desse núcleo, inclusive a terra por está próxima. 

Então não existe um buraco negro em Órion e muito menos no centro da nebulosa de Órion.

Então qual é a relação da constelação de Órion com a volta de jesus?

TODO OLHO O VERÁ  

VÍDEO 1

 

Vejamos: Mt. 24: 30 E APO 1:7

Como é possível você e alguém no outro lado do planeta ver Jesus ao mesmo tempo?  

A volta de Jesus será como um raio, de uma extremidade a outra do céu (Mt. 24:27)

UM RAIO CAI NA VERTICAL

A terra gira em seu eixo e em torno do sol através de sua rotação, como se fosse do oriente para o ocidente. 

Por isso o sol nasce no oriente e se põe no ocidente. 

Ou seja, este verso nos diz que haverá uma alteração no movimento da terra quando Jesus voltar.

Veja que em Js 10:13 é dito que o sol parou, mas na verdade o que ocorreu foi a diminuição na velocidade de rotação da terra, dando a impressão que o sol havia parado.

O mesmo ocorreu em 2 Re 20: 9-11, quando o profeta Isaías orou e a sombra declinante do relógio de Acaz retrocedeu 10 graus. 

FOI O EIXO, A ROTAÇÃO DA TERRA QUE PROVOCOU ESSE MOVIMENTO E ESSE MOVIMENTO FOI PROVOCADO POR DEUS. 

Deus tem poder para acelerar ou para retardar o movimento da terra.

No livro `o grande conflito` no capítulo “o livramento do povo de Deus” Ellen White relata que viu o sol nascer a meia noite, nuvens densas negras estavam se chocando, e o mar era açoitado com grande fúria, fala também do espaço aberto no céu para a volta de Jesus. 

Ela vê os constelados e ver o sol rompendo de tempo em tempo. 

Enxergamos as estrelas á noite e o sol ao dia… como isso é possível? 

Esse fenômeno da natureza nos mostra que a velocidade do movimento da terra será acelerado, então quem estiver em qualquer parte do planeta terra verá Jesus em pouco tempo. 

A velocidade da rotação da terra é de 1.600km/h um período de 24h, essa rotação sendo acelerada fará com que o período de 1 dia se dê entre 2 a 3 horas, fazendo com que em pouco tempo todos que estiverem vivos possam ver todos os eventos que acontecerão no céu, e na volta de Jesus.

SERÁ QUE CIENTIFICAMENTE ISSO É POSSÍVEL? 

Em 2007 dois cientistas fizeram uma simulação em um computador para ver as consequências do aquecimento global no planeta terra. 

Eles observaram que com o aquecimento global as águas do oceano ficariam mais leves e se direcionariam para os polos fazendo com que a terra adquirisse mais velocidade alterando a sua rotação.

TERREMOTOS

No dia 26 de dezembro de 2004 houve um tsunami na indonésia provocando além do deslocamento das ilhas e do eixo da terra, a aceleração da velocidade da rotação da terra. 

Então se um tsunami, e o aquecimento global alteram a rotação da terra…. imagine agora a volta de Jesus com toda a natureza abalada, com terremotos, maremotos, vulcões e furacões, tudo isso provocará a aceleração na rotação da terra.

Indicando que o que o que Jesus falou em Mt 24: 27 é que a velocidade da rotação da terra será acelerada.

Em Is. 30:26 é dito que a luz da lua será como a do sol e a do sol 7 vezes maior.

E em Ap. 16:9, na quinta praga, ao sol será dado queimar os homens com fogo.  

Então se a Bíblia fala que haverá aquecimento do sol, maremotos, terremotos e tudo isso fará a rotação da terra acelerar fazendo com que todo olho veja a volta de Jesus em pouco tempo. 

 

QUAL A RELAÇÃO DE ÓRION COM “TODO O OLHO O VERÁ”? Ap. 1:7

As constelações são divididas em grupos chamadas de:

CONSTELAÇÕES ZODIACAIS: representam a translação da terra em torno do sol: são as constelações dos signos.

CONSTELAÇÕES BOREAIS: são vistas apenas no hemisfério norte celeste. são vistas nos EUA e Europa, como por exemplo a ursa maior e ursa menor.

CONSTELAÇÕES AUSTRAIS: são vistas apenas no hemisfério sul. Brasil, argentina, sul da África e Austrália. exemplo: constelação cruzeiro do sul.

CONSTELAÇÕES EQUATORIAIS: são vistas em todo planeta terra por está na linha equatorial celeste exemplo constelação de Órion.

A linha imaginária chamada de equador celeste corta o meio da constelação de Órion, exatamente entre as 3 Marias e isso faz com que a constelação de Órion seja vista em qualquer parte do planeta terra.

A estrela Alnilam está a 1.300 anos luz da terra e é 20 mil vezes mais brilhante que o sol.

A estrela Mintaka está a 690 anos luz da terra e é 10 mil vezes mais brilhante que o sol.

A estrela Alnitak está a 366 anos luz da terra e é 7 mil vezes mais brilhante que o sol.

RESUMINDO

A relação de Órion com a volta de Jesus não está em uma estrela ou em uma nebulosa a 1.500 anos luz de distância da terra, está relacionado com a posição da constelação no céu. 

A mesma tem um ângulo em que todo olho possa vê-la em qualquer parte do planeta terra.

Assim, sendo acelerado o movimento da rotação da terra, a posição da constelação de Órion faz com que todo olho a veja.

Então na 1ª e 2ª visão de Ellen White quando ela relata os constelados, ela vê a constelação de Órion como fundo da volta de jesus. 

A ABERTURA NA CONSTELAÇÃO DE ÓRION

VÍDEO 2

Temos que entender a natureza dos anjos. Os anjos têm matéria, tem uma estrutura, tem um corpo, mas não conseguimos ver por que eles estão em outra dimensão… só o vemos em forma humana se Deus permitir.

COMO UM ANJO SE TRANSPORTA DE UM LUGAR PARA OUTRO?

Exemplo: Filipe após batizar o eunuco apareceu a 40 km na cidade azoto At 8: 39,40.

DEUS PERMITIU QUE ISSO ACONTECESSE… COMO? O QUE ACONTECE? EM UM PISCAR E FECHAR DE OLHOS. 

UM ANJO PODE SE TRANSPORTAR DE UM LUGAR PARA OUTRO EM VELOCIDADE SUPERIOR A DA LUZ? 

NÃO. PELA MESMA RAZÃO QUE NÓS NÃO PODEMOS.

TANTO NÓS QUANTOS OS ANJOS SOMOS SERES CRIADOS E TEMOS UM CORPO. 

NOSSO CORPO ESTÁ PARADO E PARA VIAJAR A VELOCIDADE DA LUZ PRECISA DE MUITA ENERGIA E NOSSOS CORPOS NÃO ESTÃO APROPRIADOS PARA ISSO, E OS ANJOS NÃO TEM TODA ESSA ENERGIA PARA VIAJAR A VELOCIDADE DA LUZ. 

É Necessária TODA A ENERGIA DO SOL EM TODO O SEU TEMPO DE EXISTÊNCIA PARA CONSEGUIRMOS ALCANÇAR 50% DA VELOCIDADE DA LUZ .

COMO ENTENDER Ez. 1:14?

`E os seres viventes corriam, e voltavam, à semelhança de um clarão de relâmpago`. (Ez 1:14)

Ap. 6:14: ` E o céu retirou-se como um livro que se enrola`

NA FÍSICA ISSO É UM FENÔMENO CHAMADO WORMHOLE OU BURACO DE MINHOCA.  

Na física, um buraco de minhoca é um “atalho” através do espaço e do tempo sem precisar viajar á velocidade da luz. É esse fenômeno que é descrito em Ezequiel e é esse fenômeno que João ver na volta de Jesus. 

Uma curvatura no espaço e no tempo que permite se transpor de um lugar para outro instantaneamente em segundos, minutos, horas ou dias. 

Em Ap. 8:1 pela ocasião da volta de Jesus há um silêncio no céu por meia hora. 

Fazendo a conversão da tabela profética de 1 dia equivale a 1 ano… meia hora seriam 7 dias, ou seja, uma semana. 

O certo é que o silêncio no céu é devido a volta de Jesus aonde todos os anjos estarão com ele na sua 2ª vinda conforme cita Mt 25:31.

Esse fenômeno que os discípulos viram é exatamente as mesmas características de um caminho de minhoca surgindo no universo.

O fogo é a energia produzida para a curvatura no espaço – tempo e logo em seguida abre-se um portal ligando o terceiro céu, onde Deus está até a nossa terra, isso é uma curvatura no espaço tempo.

Essa abertura, esse Wormhole, esse caminho de minhoca, cria um túnel no tempo, aonde podemos percorrer o tempo e o espaço em segundos, minutos, horas, dias. nesse caso será 7 dias. 

JESUS VIRÁ NAS NUVENS DO CÉU. E TODO O OLHO O VERÁ. 

Como isso é possível? 

As nuvens que vemos estão 12 km de altitude, nessa distância não é possível todo olho ver Jesus voltar. 

Um pouco mais para cima 400 km de altitude aonde se encontra a estação orbital também não é possível todo olho ver Jesus. 

O telescópio Hublle está a 635 km de altitude. e também não é possível todo olho ver Jesus voltar de lá.

A distância mais provável que dar uma visão completa do céu em que todo o ser humano vivo no planeta terra possa ver Jesus voltar é de 1 mil a 35 mil km de altitude do nosso planeta. 

Essa distância permite ter um ângulo em que todos possam vê-lo ao mesmo tempo.

Por quê Deus vai abrir um portal a 15 Quatrilhões de km de distância da terra para resgatar a raça humana? 

A nebulosa de Órion está a 1.500 anos luz de distância da terra… isso significa que a imagem que nós enxergamos hoje dela veio 1.500 anos atrás aqui para a terra.

Jesus não tem necessidade de demorar 1.500 viajando para resgatar sua igreja, pois ele pode abrir um portal em qualquer lugar do universo. 

CONCLUSÃO: 

 

No livro visões do céu, Ellen White diz:

“…e todos juntos, nessa multidão de remidos, agora imortais, irão viajar através do tempo e do espaço em direção do paraíso de Deus, ao céu. (visões do céu – pág. 6.)

Apelo: assim como Deus abriu o mar vermelho para resgatar seu povo… ele vai abrir o céu fazendo um portal para resgatar a cada um de nós… que o nosso coração possa está aberto para receber a Jesus.

SLIDES

Acompanhe os slides power point dessa apresentação:

 

 

 

FONTE:

Os Mistérios de Órion do Autor Yuri Mendes.

Primeira visão de EGW Livro Primeiros Escritos Pág 16.

Segunda Visão de EGW Livro Primeiros Escritos Pág 41.

O Grande Conflito Edição Condensada  ano 2004. Cap; O Livramento do Povo de Deus Pág 355.

Pesquisa feito Pelo Irmão Walterlins Viana da Igreja Adventista do Sétimo Dia do Bairro Belo Horizonte – Patos – PB.

Sobre Weleson Fernandes

Avatar
Escritor & Evangelista da União Central Brasileira

Verifique também

Cristo nossa justiça

Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo, para nos perdoar os pecados, …

O grande dom de Jesus

Todavia, digo-vos a verdade: que vos convém que Eu vá, porque, se Eu não for, …

Permanecer em Cristo

Permanecei em Mim, e Eu permanecerei em vós. Como não pode o ramo produzir fruto …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: